Bebê de 8 meses: como entender e lidar com esta etapa

Crescimento físico e intelectual intenso acontece nesta fase. Veja o que esperar do peso, tamanho e desenvolvimento de seu filho

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 11/06/2018

Dr. Jorge Ismael Huberman
Pediatria - CRM 34486/SP
especialista minha vida

Aos seis meses, os dentinhos começam a nascer e a alimentação sólida começa a ser introduzida. No entanto, é aos oito meses que as maiores mudanças físicas e intelectuais acontecem. Não se assuste! O seu bebê continuará a crescer rapidamente no próximo período.

PUBLICIDADE

Tamanho e peso do bebê

Aos oito meses, o menino pesa, em média, de 6,50 kg a 8,50 kg. As meninas pesam, em média, 250 g menos do que os meninos (6,25 kg a 8,25 kg). Por volta dos 12 meses, os bebês tendem a triplicar o peso com o qual nasceram e medem de 71 a 81 cm de altura.

O tamanho da cabeça aumentará menos que nos primeiros seis meses. O tamanho médio da cabeça aos 8 meses é de 45 cm de circunferência; aos 12 meses é de 47 cm. Contudo, cada bebê tem seu ritmo próprio de desenvolvimento.

Meu filho está ficando de pé! E agora?

Quando o bebê começar a ficar de pé sozinho, você pode achar estranha a postura dele. A barriga é protuberante, e as costas ficam envergadas e oscilando para frente e para trás. Embora pareça esquisito, essa postura é perfeitamente normal e só vai se firmar mais quando o bebê desenvolver um maior senso de equilíbrio, entre os 12 e 24 meses de vida.

O pé do bebê é chato porque com esta idade ele é recoberto por uma grossa camada de gordura. Mas entre o segundo e o terceiro ano de vida, a gordura some e a curvatura do pé vai aparecer.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Dicas para o desenvolvimento intelectual do bebê

A criança aprende muito e sozinha. Diante de todas essas mudanças, é comum que a gente tente dar uma mãozinha a ela. Por isso, separei algumas dicas para que os pais ajudem no desenvolvimento do filho nesta etapa:

  • Converse com o bebê durante as trocas de fraldas, no banho, na hora de comer, durante as brincadeiras, passeios, e mesmo no carro, usando sempre a linguagem dos adultos
  • Dê bastante aconchego ao bebê: carregue-o sempre, abrace-o, e tenha bastante contato físico (pele com pele), para estimular um senso de segurança e bem estar no bebê
  • Preste atenção ao humor dele. Aprenda a "decifrar" suas manifestações: atenda-o quando estiver irritado e compartilhe com ele os momentos em que ele estiver contente
  • Estimule o bebê a brincar com blocos, que ajudam a desenvolver a coordenação entre as mãos e os olhos, a atividade motora e o senso de competência
  • Se você fala outro idioma, use-o em casa
  • Leia para ele todos os dias
  • Adapte sua casa para se tornar um ambiente seguro quando o bebê começar a engatinhar ou a andar
  • Evite ao máximo submeter o bebê a situações estressantes ou traumáticas (físicas ou psicológicas)
  • Brinque de esconde-esconde para desenvolver a memória do bebê
  • Faça com que o bebê veja outras crianças com os respectivos pais
  • Passe um tempo sentado no chão brincando com o bebê todos os dias
  • Dê a ele brinquedos educativos e apropriados à idade dele, mas que sejam também seguros
  • Ensine o bebê a fazer "tchau" com as mãozinhas e a balançar a cabeça para dizer "sim" e "não"
  • Respeite o bebê quando ele não se sentir à vontade na presença de pessoas estranhas
  • Certifique-se de que as outras pessoas que cuidam dele entendam a importância de desenvolver um relacionamento baseado em amor e bem estar para o bebê, e também de que lhe dêem atenção e cuidados constantes.