Como evitar as mordidas na amamentação

Mordidas nem sempre são sinais de que o bebê está pronto para desmamar. Aprenda a evitar e o que fazer quando acontece

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 10/10/2018

Dra. Andressa Bortolasso
Odontologia - CRO 68734/SP
especialista minha vida

Depois de enfrentar desafios da amamentação nos primeiros meses de vida do bebê, enfim, a amamentação pode ser curtida pela mãe. O tempo passa e o ato de amamentar parece ser tão fácil e simples que nem dá para acreditar tudo o que passamos no comecinho.

PUBLICIDADE

Mas os desafios ainda não chegaram ao fim. E você pode estar passando por mais um deles: as temidas mordidas.

Muitas mães passam pela fase das mordidas, assim que o bebê fica maiorzinho. E nessa fase, muitas mamães até chegam a pensar em desmamar.

Mordidas nem sempre são sinais de que a criança está pronta para desmamar. Sobre desmame, eu desenvolvi um capítulo completo do meu livro Sintonia de Mãe ? Como estabelecer uma conexão única com seu filho através da amamentação, da Editora Luz da Serra.

Evitando as mordidas

Entender por que as mordidas acontecem e saber o que pode ser feito para evitá-las em cada caso vai te ajudar muito a prolongar o período de amamentação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

1 - Sonolência

Para conseguirmos entender melhor as temidas mordidas, preciso explicar que nem sempre a sensação de mordida que as mamães sentem são mordidas de verdade. Quando o bebê ainda não tem dentinho ele pode "morder" com a gengiva. Mas na verdade isso sugere uma pega errada. Ele pode perder a pega enquanto vai ficando sonolento e isso pode machucar o mamilo da mãe.

Para evitar os machucados, sugiro que, assim que o bebê comece a ficar bem sonolento, você pode introduzir seu dedinho no cantinho da boca dele, mantenha assim até que tenha certeza que ele está dormindo e só depois tente retirá-lo do peito com cuidado.

2 - Confusão de bicos

A causa muito frequente das sensações de mordidas, tanto em bebês que já têm dentinhos, como em bebês que ainda não têm, é a confusão de bicos. Essa situação é bem comum quando a mãe volta ao trabalho e começa a oferecer mamadeira. O bico da mamadeira altera o padrão de sucção e pode levar a criança a se confundir com a sucção.

Para evitar esse problema, quando você precisar oferecer leite na sua ausência, peça para a pessoa que for ficar com sua criança dê o leite no copinho. Parece estranho, mas as crianças aprendem exatamente tudo o que ensinamos, basta paciência.

3 - Nascimento dos dentinhos

Outra causa pode ser exatamente o nascimento dos dentinhos. Para aliviar o desconforto do nascimento dos dentinhos, eles recorrem a morder o peito da mãe e tudo mais o que houver na frente. Além disso até o bebê se acostumar com a presença dos dentinhos, ele pode querer fazer alguns testes, como se estivesse experimentando para que eles servem. Essa situação é temporária. Logo eles se acostumam e tudo fica bem. Procure recursos para aliviar os desconfortos como mordedores, picolé de leite materno (se o clima permitir). E é um ótimo momento para consultar um odontopediatra e receber as orientações.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

É muito importante entendermos que o bebê está em fase oral de desenvolvimento, em que ele conhece o mundo através da boca. Nessa fase há uma necessidade neural de sucção muito intensa. Eles também estão em fase de adquirir novas habilidades, começam a testar o que é morder e para que serve, alguns bebês mordem suas mamães e isso pode ser bem dolorido, especialmente se o bebê já apresentar dentinhos. Porém na maioria das vezes eles não mordem de propósito. Acaba acontecendo, e justamente naquele momento em que a mamãe está mais distraída.

Em alguns casos, ele pode sim estar querendo chamar atenção. Ou mesmo acabam mordendo em algum momento por acaso e acabam achando divertido.

Entender que isso é normal e também faz parte de nossas ?experiências? de amamentar não significa que temos que simplesmente aguentar. Podemos e devemos fazer algumas interferências, especialmente na tentativa de mostrar à criança que morder não é bom e não tem nada de divertido.

O que fazer na hora da mordida?

  • Procure não gritar de dor. Sei que é uma reação natural, mas pode assustar o bebê e alguns acabam rejeitando o peito depois disso
  • Sempre que ele morder, associe a mordida à perda do seio. É uma maneira de demostrar que não está tudo bem
  • Diga não, com tom de voz sério e firme e interrompa a mamada colocando o dedinho no canto da boca da criança
  • A criança entende muito a linguagem corporal, então seja coerente. Mantenha-se séria, mesmo que o bebê ria
  • Tente não colocar muita emoção nesse momento, pois ele pode achar interessante e querer repetir somente para ver sua reação.
  • Use poucas palavras e frases curtas para se comunicar. Seja firme, mas não precisa ser brava ou brigar.
  • Você pode até mesmo fazer uma próxima tentativa de amamentar depois de alguns minutos, trocando de peito e de posição, mas se ele persistir, tire-o do colo por um tempo.
  • Dedique atenção a ele nesse momento sem ser amamentando. É importante a criança sentir que não precisa chamar a atenção pelas mordidas, dessa forma ela entende que tem seu tempo e seu carinho sem precisar morder para chamar a atenção
  • Da mesma forma, quando estiver amamentando, dedique esse tempo pra ele. Não vale ficar no celular!
  • Procure dar o peito sempre um local calmo, isso também ajuda muito a evitar as mordidas.

O segredo é manter-se consistente nas atitudes. Sempre que houver mordida procure agir da mesma forma e usando as mesmas palavras. E ter em mente que essa fase passa e se você ensinar, logo a mamada voltará a ser tranquila.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)