5 coisas que a ciência diz sobre seu filho de até 5 anos

Você sabia que ler histórias para seus filhos faz com que eles tenham um desenvolvimento cerebral mais rápido? Entenda por quê

POR KALEL ADOLFO - PUBLICADO EM 01/11/2018

As crianças são inocentes, e, por isso, são capazes de expressar tudo o que são, não se importando tanto com julgamentos. A imaginação e a energia dos pequenos atingem patamares difíceis de serem conquistados na vida adulta.

PUBLICIDADE

Pensando nisso, separamos cinco fatos sobre as crianças de até cinco anos, para que você saiba mais sobre o universo que rodeia estes seres tão especiais:

1. Crianças teimosas serão mais bem sucedidas no futuro

Características como a ganância e a desobediência podem ter um aspecto positivo. Após acompanhar 700 crianças por décadas, até tornarem-se adultas, pesquisadores descobriram que quanto mais teimosos os pequenos eram na infância, maiores eram suas conquistas acadêmicas e profissionais.

Financeiramente, as crianças teimosas também encontraram sucesso. Na hora de negociar salários ou aumentos, os participantes eram mais insistentes. Esse sucesso se deve a facilidade de dizer "não" e a firmeza naquilo que desejam.

2. Crianças que dormem cedo têm menos chances de desenvolver obesidade

Um estudo realizado pelo Centro Médico da Universidade do Estado de Ohio revelou que crianças que dormem às 20h têm menos chances de desenvolver obesidade. Segundo os pesquisadores, isso acontece porque dormir cedo faz com que os pequenos não sofram alterações hormonais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Modificações hormonais podem ocorrer pelo tempo prolongado assistindo televisão ou mexendo em aparelhos eletrônicos. Isso faz com que ocorra o ganho de peso. Além disso, dormir cedo faz com que as crianças não comam mais após a janta, o que contribui para uma melhor digestão.

3. Ler histórias faz bem para as crianças

Segundo estudo publicado na revista científica Pediatrics, crianças que leem e ouvem histórias têm um melhor desenvolvimento cerebral. O contato com narrativas ativa áreas diferentes do cérebro, principalmente em uma região do hemisfério esquerdo chamado córtex de associação parietal-temporal-ocipital, onde há a integração sensorial, principalmente dos estímulos sonoros e visuais.

Isso faz com que os pequenos tenham mais facilidade em imaginar e ver as cenas narradas. Com isso, o desenvolvimento de imagens através de palavras torna-se corriqueiro, o que torna a leitura de livros sem figuras em um processo natural para os pequenos.

4. Elas passam a maior parte do tempo em casa em frente às tecnologias

Um levantamento feito em 2017 por uma loja de brinquedos descobriu que as crianças passam cerca de 19 horas por semana em frente aos eletrônicos, 15 horas brincando em casa longe das telas e só 11 horas com brincadeiras fora dela, na rua ou no quintal.

As crianças que passam muito tempo em frente à televisão, tablet ou celular têm maior risco de obesidade e diabetes. Segundo a endocrinologista Andressa Heimbecher Soares, isso acontece seja por aumento da ingestão de alimentos não saudáveis enquanto na frente das telas, seja por exposição a informações de alimentos pouco saudáveis nas propagandas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

5. Mais de 50% das crianças de cinco anos têm cárie no Brasil

Segundo o ministério da Saúde, mais de 53% das crianças com cinco anos de idade já tiveram cárie. A Associação Brasileira de Odontologia (ABO), com base em informações do Ministério, alerta que as crianças nessa idade já têm, em média, mais de duas cáries nos dentes de leite.

Os pesquisadores recomendam que as mães façam um pré-natal odontológico, ou seja, consultem o dentista antes mesmo do nascimento do bebê, para que possam ser orientadas sobre os cuidados com a própria saúde bucal e da criança.