Dia dos pais: 6 fatos curiosos sobre a paternidade

Pais que se engajam na criação dos filhos e não possuem restrições em demonstrar afeto geram benefícios para si mesmos e aos bebês

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 09/08/2019

É difícil descrever o que é ser pai. Existem diversas verdades e regras sobre a maternidade. Mas, quando o assunto são os homens, as cobranças tendem a ser menos intensas. Por isso, no dia dos pais, é necessário que as figuras paternas reflitam sobre suas funções, e consigam transcender algumas normas sociais para exercerem seus papéis com afetividade e igualdade.

PUBLICIDADE

O segundo domingo de agosto é uma celebração aos pais, mas também um lembrete de que devemos, dia após dia, quebrar construções culturais e sermos mais do que esperam de nós.

Portanto, separamos seis fatos científicos que ressaltam a importância do homem, mas que também nos relembram o valor de darmos passos diários em direção a evolução paternal. Veja a seguir:

1. Mulheres preferem homens que colocam a família em primeiro lugar

Quando um casal inicia uma família, o apoio mútuo é essencial. E de acordo com um estudo divulgado pelo Business Insider, as mulheres sentem-se muito mais atraídas por homens que colocam os filhos a frente de suas carreiras.

Isso acontece porque os parceiros que priorizam a família passam a sensação de confiança, por serem pessoas que se engajam em planos a longo prazo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Para descobrir isso, os cientistas entrevistaram 87 mulheres heterossexuais, e as questionaram sobre quais traços eram os mais importantes para elas na hora de avaliar a qualidade de uma relação.

2. Bebês que puxam ao pai são mais saudáveis

Pouco tempo depois do nascimento do bebê, a família entra em inúmeras discussões para decidir se o pequeno é mais parecido com o pai ou a mãe. Porém, a semelhança com os pais não é apenas uma questão de personalidade.

De acordo com um estudo, crianças que nascem parecidas com os pais tendem a ter uma saúde melhor do que a média. Isso acontece porque os homens investem mais tempo e cuidado na relação paternal quando enxergam semelhanças nos filhos.

Para chegar a esse resultado, os pesquisadores analisaram 715 famílias de pais separados com filhos nascidos entre 1998 e 2000. Cinco entrevistas foram feitas com as mães (com quem eles moravam) e também com os homens: uma quando os bebês ainda eram recém nascidos e as outras ao longo de um ano.

3. Pais podem ajudar filhas a superar solidão

A solidão é um sentimento que faz parte da vida, e não atinge só os adultos. Às vezes, traços de personalidade, bullying ou até problemas emocionais fazem com que as crianças se sintam muito sozinhas. E segundo um estudo, os pais podem amenizar essa sensação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa acompanhou 695 famílias e fez questionários quando a criança estava na 1ª, 3ª, 4ª e 5ª séries. Eles perguntavam aos pais e mães sobre o quanto seus filhos eram solitários e como eram suas relações. Enquanto isso, perguntou às crianças sobre quanto elas se sentiam sozinhas.

Os pesquisadores da Universidade do estado de Ohio descobriram que, quanto menor era a proximidade entre o pai e a filha, maior era a chance de ela se sentir sozinha ao longo do tempo. O efeito não aconteceu para os filhos meninos.

4. Contato pele a pele com o bebê traz benefícios para os homens

Existem diversos estudos que comprovam os benefícios do contato pele a pele das mães com o bebê. O que talvez muitos não saibam, é que a prática também traz vantagens aos pais.

Segundo dados divulgados pelo ScienceDaily, homens que seguram os filhos em seus braços têm os níveis de cortisol aumentados, o que potencializa a probabilidade deles serem pais carinhosos que brincam com os pequenos em seus primeiros meses de vida.

Para comprovar a teoria, os participantes do estudo tiveram amostras de saliva coletadas assim que seus filhos tinham nascido, para mensurar a quantidade do hormônio no organismo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os resultados mostraram que além do cortisol aumentado, os pais que fizeram contato pele a pele também tiveram mais dopamina e ocitocina liberadas no cérebro, que são os hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar.

Com isso, os pais associam uma sensação positiva ao fato de interagirem com os bebês, o que instiga seus instintos parentais mais cedo.

5. Homens estão mais sujeitos a depressão após nascimento dos filhos

Existem diversos fatores de risco para que as pessoas desenvolvam depressão. E de acordo com um estudo feito pelo Medical Research Council, em Londres, as chances dos homens terem depressão torna-se 50% maior no primeiro ano de vida dos filhos.

De acordo com os autores do estudo, o aumento nos casos de depressão não é surpreendente e acontece devido a vários motivos como a mudança drástica na rotina do casal pela falta de experiência em lidar com crianças, o aumento da responsabilidade que um filho traz, falta de sono e a diminuição da intimidade com a parceira.

Para os pais mais jovens, a situação é ainda mais agravante, já que a falta de experiência em lidar com um bebê gera insegurança.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Além disso, tanto o pai quanto a mãe sentem um grande impacto em suas vidas sociais, já que não podem mais interagir com os amigos como antes.

6. Licença paternidade aumenta a produtividade

Atualmente, a licença paternidade tem duração de cinco dias. Mas de acordo com um levantamento feito pela Talenses, empresa brasileira especializada em pesquisas no setor executivo, o essencial seria um afastamento de 20 dias nas funções profissionais.

As empresas que adotaram essa medida perceberam que os pais afastados voltaram muito mais produtivos e focados. Porém, a maioria dos ambientes de trabalho não adotam essa medida, pois têm medo que o efeito seja negativo.

Os dados apontam ainda que os 20 dias em casa com o bebê geram 44,8% menos desigualdade de gêneros, 20,7% de retenção de talentos e 13,8% de aumento da produtividade no retorno para o trabalho.

Cuidados com o bebê

11 truques para o bebê dormir tranquilamente

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

7 benefícios de segurar o bebê no colo

4 dificuldades do primeiro mês do bebê que ninguém contou a você