Sexo durante a gravidez, será que pode?

Uma terapeuta sexual tira todas as suas dúvidas sobre o tema

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 21/03/2007

Para saber o que pode e o que não pode na cama durante a gravidez, Minha Vida entrevistou a ginecologista, obstetra e terapeuta sexual Jaqueline Brendler. Confira!

MinhaVida: O que é permitido em cada fase da gestação?
Dra. Jaqueline Brendler:
Se a gravidez é saudável, todas as práticas sexuais sexo vaginal, oral e anal são permitidas. Nos primeiros três meses, os enjôos podem reduzir o bem-estar e o desejo sexual da mulher. O mesmo pode acontecer no oitavo e no nono mês, por causa do volume da barriga e do desconforto na coluna lombar.

MinhaVida: Que problemas podem restringir a vida sexual da grávida?JB:Sangramento ou ameaça de aborto, comum nos 3 meses iniciais, ou descolamento da placenta. A dilatação precoce do colo uterino e os casos de pressão alta surgida nessa fase também pedem cautela.

MinhaVida: Nesses casos é proibido qualquer contato sexual? JB: Nessas situações, o médico proíbe a penetração, mas com freqüência libera o jogo erótico e as carícias em alguns casos, até orgasmo pode. Se ao proibir o obstetra não mencionar isso, a grávida deve perguntar. Assim, o casal continua se relacionando sexualmente de um jeito diferente, mas que pode ser muito prazeroso.

MinhaVida: Existem posições mais adequadas?
JB:
No início da gestação, todas as posições são confortáveis. À medida que o abdômen cresce, aumenta o desejo pela posição lado-a-lado ou por trás, que evita o contato com a barriga -- dimuindo o desconforto.

Outra posição para grávidas que estão dentro do peso ideal é aquela na qual o casal fica de frente um para o outro, com o quadril e as pernas dela elevados, e os pés apoiados nos ombros dele ou na altura dos cotovelos do homem.

MinhaVida: Manter relações nas últimas semanas da gestação estimula o parto?
JB:
Isso é mito. Cada bebê tem o seu momento. O exercício da sexualidade fortalece o casal e os encoraja a enfrentar juntos o parto e os cuidados com o bebê. É saudável ter relações sexuais com penetração vaginal até antes do início das contrações e da ruptura da bolsa amniótica.

Qual a melhor dica que você já recebeu para levar adiante
uma gravidez tranqüila?



PUBLICIDADE