Beber chá pode fazer mal para o bebê: entenda

Segundo a pesquisa, o chá é a bebida predominante entre as grávidas, sendo consumido por 48% delas

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 14/02/2019

Durante a gravidez, muitas mulheres escutam que beber café pode prejudicar o bebê. Entretanto, esta não é a única bebida que pode oferecer riscos ao feto. Segundo um estudo feito pela Universidade de Dublin, beber chá também pode causar danos para a saúde dos pequenos, já que a substância contém cafeína, que está relacionada ao nascimento de crianças prematuras, abaixo do peso ou com QI reduzido.

PUBLICIDADE

Como o estudo foi feito

O estudo foi liderado por Ling-Wei Chen, que possui pós-doutorado em nutrição e epidemiologia. Ele analisou dados de mil partos da Irlanda, o país que mais consome cafeína no mundo. As informações revelaram as consequências do consumo de bebidas cafeinadas no início da gravidez.

Resultados

O consumo de cafeína dobrou as chances dos bebês nascerem abaixo do peso, com QI baixo ou de forma prematura. Os resultados foram similares tanto em grupos de mulheres que consumiam chá, quanto nos que consumiam café.

De acordo com os pesquisadores da universidade, as descobertas partem de um estudo observacional. Portanto, não significa que a cafeína provoca estas adversidades no bebê, e sim, que existe uma relação entre a substância e algumas disfunções na saúde dos pequenos.

Posso continuar tomando café na gravidez?

Segundo pesquisadores do American College of Obstetricians and Gynecologists, a quantidade de café considerada saudável para o bebê é de 200 mg diárias, o que equivale a um copo de 350 ml de cafeína por dia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A Organização Mundial da Saúde (WHO), recomenda um consumo inferior a 300 mg de café no dia a dia.