Por que algumas mulheres não sabem que estão grávidas?

Biotipo, questões emocionais e até mesmo frequência das relações sexuais podem dificultar a descoberta da gravidez

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 15/05/2019

Quando vemos uma mulher grávida é comum que se perceba que ela está esperando um bebê, principalmente, da metade do segundo trimestre em diante, quando a barriga já está um pouco mais saliente. No entanto, também existem histórias de mulheres que descobriram que estavam grávidas no momento do parto ou quando a gravidez já estava avançada. A pergunta que fica é: como isso é possível?

PUBLICIDADE

De acordo com o ginecologista e obstetra do Wexner Medical Center da Universidade de Ohio, Michael Cackovic, existem mulheres que não têm uma vida sexual tão ativa, ou não realizam consultas de rotina com os médicos. Nesses casos, pode acontecer de a mulher não saber que está grávida.

Além disso, de acordo com ele, estudos mostram que um em cada 400 ou 500 mulheres costuma descobrir a gravidez por volta da 20ª semana. Segundo ele, existem alguns fatores que podem dificultar o reconhecimento da própria gravidez para algumas mulheres:

Medo ou estresse:

Para algumas mulheres a ideia de se tornar mãe é tão grande, que entram em negação tão profunda que podem não saber que estão grávidas. Segundo ele, a negação pode ser tão forte que pode fazer com que a mulher tenha uma justifica para cada sintoma de gravidez.

Ausência de sintomas de gravidez

Em alguns casos pode acontecer de a mulher não manifestar os sintomas de gravidez mais comuns, como crescimento da barriga, ganho de peso, enjoo matinal ou fadiga. Ou pode acontecer de esses sintomas se manifestarem de forma tão amena que passam despercebidos. De acordo com ele, dependendo do tipo físico da gestante, ela pode chegar a completar 30 semanas de gravidez sem saber.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A barriga vai crescendo com o crescimento não só do bebê, mas também da placenta, explica Maria Fernanda Barca, doutora em Endocrinologia da FMUSP, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e da Sociedade Europeia de Endocrinologia.

Portanto, a barriga de uma grávida não tem um tamanho ideal. "O que importa é o tamanho do útero, e o crescimento da barriga é a consequência do crescimento uterino", explica Paulo Sellani, Obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, Unidade São Caetano.

Mudança de peso

Caso a mulher oscile muito na balança ou esteja acima do peso, ela pode não notar as mudanças físicas causadas pela gestação.

Fluxo menstrual irregular

Devido ao estresse algumas mulheres podem ter ciclos menstruais mais irregulares. Da mesma forma, alguns medicamentos, como pílulas anticoncepcionais, problemas de saúde, como síndrome dos ovários policísticos, diabetes não controlada ou distúrbios alimentares também podem desregular a menstruação. Isso faz com que algumas mulheres fiquem sem menstruar e não desconfiem de uma possível gravidez. Mulheres que são atletas também podem ter um fluxo menstrual irregular ou simplesmente não menstruarem.

Não sentir o bebê se movimentar

Normalmente entre a 18ª ou 20ª semana de gravidez a gestante começa a sentir o bebê se movimentando. Porém, se a placenta estiver na frente de seu útero, ela pode não sentir esses movimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quais os riscos de não saber que está grávida?

O pré-natal é necessário para acompanhar como está a evolução da gravidez tanto para a mãe quanto para o bebê. Sem ele, não há como saber, por exemplo, se a mãe tem diabetes gestacional, pressão alta, anemia ou se o bebê pode ter algum problema congênito.

Não saber que está grávida também dificultar uma mudança de hábitos em prol da saúde do bebê, como parar de beber, fumar, ter uma alimentação saudável e fazer exercícios físicos de forma controlada.