Dor do crescimento: sintomas e como aliviar

Veja o que causa e quais as complicações deste incômodo, que atinge principalmente as crianças até os 12 anos

O que é dor do crescimento?

Seu filho já está prestes a dormir e de repente reclama de uma dor difusa atrás do joelho. Se esse incômodo não for acompanhado de outros sintomas e nem piora com o movimento da perna, provavelmente trata-se de dor do crescimento. Ela é um sintoma muito comum na infância (de 3 a 12 anos) e pode aparecer tanto em meninos quanto em meninas. No entanto, algumas pessoas também podem sentir dor do crescimento na adolescência.

PUBLICIDADE

A dor do crescimento aparece geralmente na região das pernas, mas às vezes nos braços, e não tem uma causa definida. Como não se trata de uma doença ou distúrbio, não há necessidade de cura, mas é possível aliviar o sintoma.

Quais são as causas da dor do crescimento?

As causas da dor do crescimento ainda não são unanimidade na ciência. Há quem atribua ao crescimento dos ossos. No entanto, os ossos crescem devagar e, mesmo na fase do chamado estirão, não deveriam causar dor.


Entre as causas que são especuladas, estão:

  • Fadiga muscular, causada pelo excesso de brincadeiras e atividade física
  • Postura incorreta da criança durante o dia quando está sentada, de pé ou andando
  • Estresse ou ansiedade em períodos de conflitos familiares ou provas escolares
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quais os sintomas da dor de crescimento?

Os sintomas da dor de crescimento são uma dor difusa, em geral sentida nas pernas, com as seguintes características:

  • A dor do crescimento é localizada em alguma das pernas, geralmente na panturrilha ou próxima aos joelhos (atrás, na frente ou entre eles)
  • A dor do crescimento pode, mais raramente, acontecer nos braços
  • A dor do crescimento não aumenta ou alivia com o movimento, ou seja, não estão nas articulações
  • A dor do crescimento acontece pela noite ou ao anoitecer, cessando pela manhã
  • A dor do crescimento vai e volta
  • A dor do crescimento acontece toda noite, algumas vezes por semana ou só às vezes
  • A dor do crescimento pode ser forte e até acordar a criança
  • A dor do crescimento pode vir acompanhada de dores de cabeça

Quando a dor é um sinal de alerta

A dor do crescimento não é uma doença e não necessita tratamento. No entanto, o sintoma pode ser confundido com problema mais grave, como a Artrite Idiopática Juvenil. Leve seu filho a um pediatra ou ortopedista caso seu filho tenha as seguintes queixas junto à dor do crescimento:

  • A dor não acaba durante a madrugada
  • A dor faz com que seu filho manque
  • A dor impede ou dificulta que seu filho brinque ou ande
  • A dor aumenta quando há o toque no local
  • A dor aumenta com o movimento do membro afetado
  • A dor causa inchaço ou febre

Em que idade aparece?

A dor do crescimento pode atingir crianças dos 3 aos 12 anos, fases cruciais ao crescimento do corpo. Ainda há casos em que o incômodo surge na adolescência.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Em que partes do corpo a dor do crescimento aparece?

A dor do crescimento aparece com maior frequência nas pernas, na região da panturrilha ou dos joelhos (parte de trás ou entre eles). Há também relatos de dor do crescimento que surgem nos braços, porém com menor frequência

Como aliviar a dor do crescimento

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos do Governo Estadual da Victoria, na Austrália, deu dicas para aliviar a dor do crescimento:

  • Abrace e acolha seu filho, explicando que a dor vai passar ainda antes de amanhecer
  • Faça compressa quente na área da dor
  • Massageie a área que está dolorida. Uma dica é usar óleos ou cremes (esse toque não faz diferença no alívio da a dor, mas pode fazer com que seu filho se sinta especial)
  • Se seu filho tem pés com pisada pronada ou ainda tropeçam muito, é importante ir ao ortopedista para entender se há má-postura

É importante evitar falar ao seu filho que a dor é associada ao crescimento ou à brincadeira, pois isso pode fazer com que ele tenha medo de fazer algum dos dois.

Os pediatras consultados ainda deram dicas para aliviar a dor a longo prazo, caso as massagens e compressas não resolvam:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Ensine seu filho a fazer alongamentos
  • Se possível, estimule de atividades de baixo impacto como natação

Como prevenir a dor do crescimento

Apesar de as causas ainda serem pouco definidas, os especialistas consultados deram algumas dicas que podem reduzir as chances de a dor do crescimento aparecer:

  • Evitar que a criança passe por situações estressantes, como brigas em casa ou bullying
  • Fazer alongamentos, de preferência orientados por um fisioterapeuta
  • Fazer exercícios de baixo impacto, como natação

Fontes:

Departamento de Saúde e Serviços Humanos do Governo Estadual da Victoria, da Austrália
Talita Rizzini (CRM 122213), Coordenadora Pediatra do Hospital Leforte Liberdade
Alexandre Okamori (CRM 82373), pediatra da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo