Oito cuidados para treinar na academia do prédio com segurança

Exame médico e pesquisa sobre os exercícios são alguns dos pré-requisitos

POR MANUELA PAGAN - ATUALIZADO EM 29/03/2017

Trânsito, chuva, frio, cansaço ou falta de tempo. Independente de qual seja a sua desculpa favorita para dar cano no treino, as academias dos prédios e condomínios chegaram para exterminar todas elas. Segundo o educador físico Rafael Lago, existem muitas comodidades em fazer o exercício físico tão pertinho de casa, já que, principalmente nas cidades grandes, o trânsito se tornou um problema muito grande. No entanto, o treinamento realizado sem supervisão profissional precisa de cuidado redobrado. "Além do risco de lesão, podem acontecer erros ao definir a frequência e a intensidade do treino", explica. Para otimizar os resultados da sua malhação em casa, o Minha Vida elencou oito medidas que você deve tomar antes de chamar o elevador. Confira a seguir.

Avalie a academia

O educador físico Rafael Lago explica que o espaço destinado à academia deve ser amplo, ter janelas grandes e um bom sistema de ventilação. Lugares quentes não permitem uma boa troca de calor do corpo com o ambiente, elevando o risco de desidratação e mal estar. "Quanto aos equipamentos, o ideal é que haja ao menos os básicos, como esteiras, bicicletas, halteres e um aparelho de musculação com múltiplas funções (o multi-estação), e que estejam bem higienizados", explica. "Observe também se na academia há bebedouro, caso não haja, leve uma garrafa com água e mantenha o corpo hidratado antes, durante e depois da atividade", recomenda Givanildo Matias.