Oito cuidados para treinar na academia do prédio com segurança

Exame médico e pesquisa sobre os exercícios são alguns dos pré-requisitos

POR MANUELA PAGAN - ATUALIZADO EM 29/03/2017

Trânsito, chuva, frio, cansaço ou falta de tempo. Independente de qual seja a sua desculpa favorita para dar cano no treino, as academias dos prédios e condomínios chegaram para exterminar todas elas. Segundo o educador físico Rafael Lago, existem muitas comodidades em fazer o exercício físico tão pertinho de casa, já que, principalmente nas cidades grandes, o trânsito se tornou um problema muito grande. No entanto, o treinamento realizado sem supervisão profissional precisa de cuidado redobrado. "Além do risco de lesão, podem acontecer erros ao definir a frequência e a intensidade do treino", explica. Para otimizar os resultados da sua malhação em casa, o Minha Vida elencou oito medidas que você deve tomar antes de chamar o elevador. Confira a seguir.

Prefira horários movimentados

Ao contrário de uma academia normal, que sempre tem gente, a do condomínio, às vezes fica vazia. "Por segurança, é melhor treinar em horários que tenha pelo menos uma pessoa além de você na sala", recomenda Givanildo Matias. "Caso haja alguma emergência ou você precise de ajuda com algum exercício, haverá alguém para lhe socorrer".