Estresse no esporte competitivo

Ele pode influenciar no rendimento em competições

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 16/10/2009

Muitos atletas de alto rendimento, em diversas modalidades, apresentam um rendimento excelente em treinos, atingem marcas e tempos as quais estariam entre os melhores do mundo. Às vezes conseguem bons resultados em pequenas competições, mas quando chegam às competições mais importantes não conseguem obter o mesmo êxito.

Durante 9 anos treinando remo, pude perceber que muitos atletas, inclusive companheiros de clube, treinavam forte, tinham bons resultados em treinos, mas chegavam na hora da competição e não demonstravam o resultado esperado. Analisando tudo isso, quis pesquisar esse fenômeno mais a fundo e fiz meu trabalho de conclusão na minha graduação sobre os sintomas de estresse que causavam o mal desempenho em uma competição de remo. Pude ler outros estudos, também de outras modalidades, sobre o mesmo assunto. Achava importante conhecer quais situações causadoras deste estado emocional poderiam diminuir os impactos das mesmas no desempenho esportivo.

PUBLICIDADE

Lendo um estudo feito com atletas de basquetebol sobre o estresse, o autor relatou que a situação que mais causava estresse nos atletas era errar um arremesso de lance livre. Já em um estudo feito com jogadores de Handebol, a situação a qual mais causava estresse nos atletas era a arbitragem estar prejudicando a equipe. Essa situação foi percebida também como estressante para os remadores. Porém a situação causadora de maior estresse em remadores foi quando há falta de empenho do companheiro de mesmo barco durante a competição. Competir em material ruim, errar durante a competição e se machucar na competição completaram a lista dos mais estressantes. Segundo as pesquisas lidas, algumas situações que provocam bastante estresse em atletas em modalidades coletivas (futebol, handebol,basquete,vôlei..) não mostraram provocar estresse em provas de remo, como por exemplo a provocação do adversário e a torcida torcer contra.

Através dessas respostas, conseguimos alertar os técnicos para evitar esses tipos de estresse, preparando melhor seus atletas para que não haja imprevistos durante a competição e isso não afete o rendimento durante a prova. Uma coisa importante de ser lembrada é que muitas vezes o estresse não vem só da competição, ele pode vir do meio extrissinco, como problemas na família, briga no trânsito, noite mal dormida, má alimentação e etc. Por isso é muito importante seguir o que os clubes de futebol fazem em manter seus atletas concentrados alguns dias antes dos jogos para que os problemas de fora não interfiram no rendimento dos mesmos e ele consiga desempenhar tudo o que ele sabe.