Exercícios trazem mais felicidade que dinheiro, diz estudo

Cientistas comprovam que atividade físicas influenciam mais a nossa saúde mental e felicidade do que o dinheiro no bolso; entenda por quê

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 25/06/2019

Por mais incrível que pareça, o que deixa as pessoas mais felizes vem dos efeitos dos exercícios físicos, mais do que o dinheiro no bolso. Isso é o que comprovou um estudo realizado em conjunto pelas Universidades de Yale e Oxford.

PUBLICIDADE

De acordo com os resultados, as atividades físicas têm muito mais impacto na nossa saúde mental do que o status financeiro. Ou seja, os efeitos de se exercitar trazem maior bem-estar do que dinheiro na conta. Inclusive que alguns esportes por envolverem mais socialização possuem efeitos ainda mais positivos.


Além disso, a pesquisa publicada na revista científica The lancet também descobriu os melhores exercícios para combater a ansiedade e a depressão, como a Yoga e o Tai Chi Chuan.

Quando o dinheiro traz felicidade?

Para chegarem a essa descoberta, foram coletados dados sobre o comportamento de mais de 1,2 milhões de adultos. Eles foram questionados sobre suas rendas e prática de mais de 75 atividades físicas.


Elas incluam desde cortar a grama, fazer faxina e cuidar de criança até correr, pedalar ou levantar peso. Porque sim, atividades do dia a dia também podem ser consideradas exercícios físicos.

Além disso, foram convidados a responder a seguinte pergunta: "Quantas vezes nos últimos 30 dias você se sentiu mal mentalmente?".

Com isso, chegaram à conclusão de que os dias considerados "bons" para a saúde mental das pessoas sedentárias só se igualavam àquelas que eram fisicamente ativas quando ganhavam cerca de US$ 25 mil (mais de R$ 100 mil) a mais por ano.


Ou seja, se você é sedentário, teria que ganhar muito mais dinheiro para obter a mesma quantidade de dias de "saúde mental equilibrada" de quem pratica exercícios.

Mínimo de exercício físico

Os pesquisadores revelam ainda que, para alcançar o melhor da saúde mental, o ideal é fazer atividades físicas de 30 a 60 minutos, de três a cinco vezes por semana.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Excesso de exercício

Mas, atenção: a pesquisa concluiu também que quem pratica mais de três horas de exercícios por dia pode ter a saúde mental tão abalada quanto sedentários.


Sem contar que leva aos riscos de lesões decorrentes dos movimentos repetitivos e originar até dores crônicas por causa da sobrecarga, explica a fisioterapeuta Camila Luisa Sato. "É importante começar devagar e aumentar seu tempo de treino e intensidade ao longo do tempo. Aumentar de 10 em 10% pode ajudar a evitar a lesões por sobrecarga", orienta.

Por isso, quem pratica atividade física com frequência precisa estar atento a uma série de cuidados para não exagerar nos treinos.

Para quem não gosta de treinar

5 exercícios para fazer no inverno e em casa

10 exercícios perfeitos para começar a treinar em casa

5 formas de se exercitar sem gastar muito ou de graça