Filha de Sabrina ajuda mãe nos treinos pós-gravidez: pode?

Veja vídeo dos exercícios que a famosa Sabrina Sato postou no Instagram com a filha Zoe e entenda mais sobre exercícios depois da gestação

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 07/11/2019

A filha de Sabrina Sato e de Duda Nagle, Zoe, nem completou 1 ano (11 meses) ainda e já está ajudando as mães na sua rotina de treinos. A mãe usou a bebê como peso para realizar agachamento na academia e postou stories em seu Instagram mostrando Zoe caindo nas gargalhadas. Mas será que os treinos pós-gravidez com o filho são indicados?

PUBLICIDADE
Sabrina e Zoe fazendo agachamento - Créditos: Reprodução/Instagram
Sabrina e Zoe fazendo agachamento - Créditos: Reprodução/Instagram

Exercícios depois da gestação

A mudança hormonal que acontece no corpo da mulher que a prepara para dar a luz se mantém até, aproximadamente, 5 meses depois do parto. "E isso é um fator muito importante na hora da mãe decidir voltar a realizar atividade física depois de ter o bebê", explica o educador físico Alexandre Alves.

Isso porque esse aumento do nível dos hormônios ajudam na recuperação e dão mais energia e força para realizar exercícios. Aproveitar para trabalhar a região pélvica é uma boa escolha, já que a musculatura desse local foi sobrecarregada durante o parto. Então, quanto antes começar, melhor.

E sim, o bebê pode ajudar nesse processo. As modalidades de treinamento funcional podem ser feitos com ele, ajudando a estreitar a relação entre mãe e filho. Podem ser feitos exercícios usando o Sling Gym ou até agachamentos, igual os realizados por Sabrina Sato (depois dos 6 meses). Veja:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

https://www.instagram.com/p/B4c9LbQH2HA/

Quando é permitido?

O tipo de parto realizado não faz diferença na prática de atividade em si. O que vai fazer diferença mesmo é o tempo que o médico irá liberar o retorno aos treinos.


Segundo a personal trainer Gizele Monteiro, a liberação leva cerca de 30 a 45 dias no parto normal. Se for cesárea, pode ser de 45 a 60 dias. Vai variar em cada caso, por isso é importante sempre consultar um especialista.


Melhores exercícios depois do parto

Pilates

Alivia desconfortos e pode ser realizado até antes do parto para relaxar e aliviar dores. "Depois do nascimento, aumenta força e resistência nos braços. Além disso, ajuda a melhorar a postura e dá disposição", explica a fisioterapeuta Ana Luísa Marçal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Kegel

Exercícios com Kegel são uma forma simples e boa de fortalecer a musculatura da região pélvica, ajudando a evitar a incontinência urinária e restabelecer a sensibilidade e o controle da região na hora do sexo.

Hidroterapia, hidroginástica, natação

Segundo o fisioterapeuta Elder Camacho, exercícios na água podem ajudar a proteger regiões que foram sobrecarregadas e ainda estão sensíveis.

Yoga

Quando adaptado para a gestante, ajuda a trabalhar postura e força. Só é essencial evitar posições que exigem compressão articular, principalmente no punho, alongamento extremo do músculo abdominal e sobrecarga na coluna.

Fitball

Prancha Abdominal na Fitball - Créditos: Undrey/Shutterstock
Prancha Abdominal na Fitball - Créditos: Undrey/Shutterstock

Equivalem às abdominais, que precisam ser evitadas nessa fase. Deve ser feito com os cotovelos alinhados aos ombros, elevando o tronco e contraindo o abdômen. O corpo precisa estar sempre ereto e realizar intervalos de cinco a 10 segundo entre as repetições (seis vezes) é essencial.

Cuidados

De acordo com Alexandre, somente depois do médico liberar o retorno aos exercícios é que a mãe pode retomar ou iniciar um programa de treinos. E, geralmente, "iniciando com caminhadas, e, em seguida, exercícios de fortalecimento", aponta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Também é importante evitar atividades muito intensas ou prolongadas, aconselha a personal Gizele. Isso "para que não haja comprometimento da amamentação", explica a especialista.

Inclusive, movimentos de pressão e de grandes amplitudes precisam de atenção. Eles podem sobrecarregar regiões que ainda estão sensíveis, como punho, joelhos, quadril e coluna.

Outro cuidado é não realizar abdominais tradicionais. Isso porque a região está fragilizada e a força está reduzida.

Exercícios depois do parto

Pilates para mães: benefícios da gestação ao pós-parto

Diástase abdominal após o parto: Fisioterapeuta ensina a identificar

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

4 exercícios para afinar a cintura e conquistar a barriga negativa