Liberação Miofascial: para que serve e como fazer

Entenda como a técnica pode ajudar você a ter menos dores e lesões

A Liberação Miofascial é uma técnica de massagem que aplica pressão em alguns pontos do corpo e ajuda a relaxar e alongar os músculos, para que haja maior liberdade entre o músculo e a fáscia.

PUBLICIDADE

A fáscia é uma membrana do tecido conjuntivo, localizada logo abaixo da pele e permite o deslizamento perfeito dos músculos durante os exercícios. A fáscia ajuda a manter a força muscular, pois ajuda o músculo a exercer mais eficientemente a contração e permite um fácil deslizamento dos músculos entre si, transmitindo, assim, tensões geradas pela atividade muscular e reduzindo a fricção.

Liberação miofascial é indicada em quais casos?

Existem alguns fatores que causam lesões musculares e, consequentemente, o enfraquecimento da fáscia:


  • Uso incorreto da musculatura
  • Maus hábitos de postura
  • Treinos intensos
  • Estresse
  • Problemas emocionais

O corpo reage a estes fatores formando nódulos, que são chamados de pontos gatilhos. Segundo o massoterapeuta Paulo Ricardo, eles acumulam toxinas e prejudicam o bom funcionamento do sistema musculoesquelético. Também alteram a coordenação, a flexibilidade e a força muscular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tipos de Liberação Miofascial

A liberação miofascial pode ser realizada com ou sem instrumentos, ou seja, de forma manual:

  • Liberação miofascial manual envolve o uso de técnicas como fricção, deslizamento, compressão, alongamento, percussão e vibração
  • Liberação miofascial com instrumentos pode ser feita com vários instrumentos, como rolo ou até mesmo bola de tênis. Porém, existem instrumentos de uso profissional que foram desenvolvidos para aliviar a sobrecarga sobre a mão do terapeuta e também para alcançar áreas em que a mão não consegue alcançar.

Benefícios da Liberação Miofascial

"Não existe um momento específico do dia para que a liberação miofascial seja executada. Para alguns, fazê-la antes das atividades físicas potencializa a prática, na medida em que alinha a postura e prepara o músculo para receber determinada carga. Outros indivíduos sentem melhor os resultados da técnica quando a executam após os treinos. Segundo eles, a melhora na circulação sanguínea e o relaxamento muscular que aparecem depois das massagens acabam potencializando os efeitos dos exercícios." afirmou o massoterapeuta Paulo Ricardo.

Veja alguns benefícios da liberação miofascial:

  • Aumenta a mobilidade articular
  • Favorece execução dos movimentos
  • Diminui a sobrecarga e tensão músculo articular
  • Libera e ativa os músculos
  • Prepara a musculatura que vai ser trabalhada. Melhora a circulação e a respiração
  • Promove mudanças progressivas nos níveis físico e emocional
  • Aumenta a consciência corporal. Relaxa a musculatura
  • Ajuda na liberação do ácido lático
  • Ajuda a diminuir as tensões musculares
  • Ajuda na recuperação muscular e evitar dores tardias
  • Previne lesões
  • Proporciona bem-estar.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Liberação Miofascial dói?

Segundo a fisioterapeuta Vanessa Pereira, "No momento em que é feita, a liberação miofascial geralmente tende a ser dolorida, pela existência de pontos tensionados ou dolorosos devido aos vários motivos citados anteriormente. No entanto, a sensação de alívio que a sucede é tanta, que vale a pena todo o esforço."

Liberação Miofascial caseira (auto-liberação)

Uma das principais virtudes da liberação miofascial é a possibilidade de executá-la em casa e sem a obrigatoriedade da ajuda de um profissional. Nesse caso, a técnica pode ser posta em prática manualmente, por meio de automassagens, deslizamento, fricções, alongamentos, compressões, entre outras técnicas desenvolvidas especialmente para os que preferem executá-la sozinhos.

Para realizar a massagem miofascial em si mesmo, você pode usar alguns acessórios específicos:

  • Rolo (foam roller): acessório capaz de trabalhar quase todos os grupamentos musculares
  • Bola de tênis: usada para massagem da planta do pé e das partes anterior e posterior da perna
  • Bastão (stick): usado para quadríceps e isquiotibiais, menos eficiente que os outros, porém muito bom para ser levado em viagens.

Atenção: O ideal é que a auto-liberação seja efetuada apenas nos indivíduos saudáveis, sem nenhuma lesão muscular ou mesmo indício de patologia. Nestes últimos dois casos, é necessária a atuação de um fisioterapeuta, ressalta a fisioterapeuta Vanessa Pereira.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Contraindicações

A Liberação Miofascial pode auxiliar no relaxamento das tensões do dia-a-dia, na prevenção do desgaste precoce e no tratamento de muitos casos de dor musculoesquelética. Desse modo, é um grande aliado na manutenção da qualidade de vida. Porém, existem algumas contraindicações ao recorrer à técnica:

  • Feridas abertas
  • Infecções
  • Hematomas
  • Deficiência circulatória aguda
  • Tratamento anticoagulante
  • Hipersensibilidade da pele
  • Diabetes descontrolada
  • Osteoporose
  • Fraturas em fase inicial.