Labirin (comprimido)

Princípios ativos: dicloridrato de betaistina

False True

Este texto foi extraído manualmente. Consulte sempre a bula original

Resumo da bula

Para que serve?

O Labirin é indicado no tratamento sintomático de tonturas ou da Síndrome de Menière que envolve vertigem (com náusea e vômito), perda de audição e zumbido.

Contraindicações

Você não deve utilizar este medicamento se possui:

  • Alergia à betaistina ou a algum dos componentes da formulação;

  • Úlceras do estômago ou do duodeno;

  • Feocromocitoma.

Como usar?

O indicado é tomar um comprimido de 24 mg a cada 24 horas. É indicado consumir o comprimido com algum alimento.

Efeitos colaterais

As reações adversas mais comuns são:

  • Dores de estômago;

  • Náuseas;

  • Vômitos.

Veja mais efeitos colaterais menos comuns no item 8 desta bula.

Apresentação

Apresentação de Labirin

Uso Oral
Uso Adulto

Laboratório: Apsen

Comprimidos de 24 mg. Caixa com 30 comprimidos.

Composição

Composição de Labirin

Cada comprimido contém: 24 mg  

dicloridrato de betaistina ............ 24 mg  

Excipientes* qsp ............ 1 comprimido

*Excipientes: Lactose, Amido, Polivinilpirrolidona K30, Fosfato tricálcico, Dióxido de silício coloidal, Estearato de magnésio, Croscarmelose sódica. 

1. Para que este medicamento é indicado?

Para que serve Labirin

Labirin é destinado ao: 

- Tratamento sintomático da tontura 

- Tratamento da Síndrome de Menière caracterizada pelos sintomas: vertigem (com náusea e vômito), perda de audição e zumbido

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

2. Como este medicamento funciona?

Ação esperada de Labirin

LABIRIN® (dicloridrato de betaistina) melhora os sintomas de vertigem e zumbido. Esta melhora pode ser observada após algumas semanas de tratamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

3. Quando não devo usar este medicamento?

Contraindicações e riscos de Labirin

Você não deve utilizar LABIRIN® nos seguintes casos: alergia à betaistina ou a algum dos componentes da formulação, úlceras do estômago ou do duodeno e em pacientes que sofram de Feocromocitoma.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

4. O que devo saber antes de usar este medicamento?

Precauções e advertências de Labirin

Nos asmáticos a administração de LABIRIN® exige um acompanhamento cuidadoso devido ao risco de ocorrer broncoconstrição (falta de ar). 

Os comprimidos devem ser administrados junto às refeições para prevenir a ocorrência de cólicas gástricas.

Pacientes Idosos 

As doses e cuidados para pacientes idosos são as mesmas recomendadas para os adultos.

Interações medicamentosas de Labirin

Não há relatos de interações medicamentosas em seres humanos.

Uso de Labirin na gravidez e amamentação

Não é recomendado o uso de betaistina durante a gestação e a lactação. 

Não foram descritas, até o momento, alterações na fertilidade ou potencial carcinogênico, embora a droga esteja sendo utilizada há cerca de 30 anos na Europa.

Labirin não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

5. Onde, como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Armazenamento, data de fabricação, prazo de validade e aspecto físico de Labirin

Você deve manter os comprimidos em sua embalagem original, na temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC), protegidos da luz e umidade.

O prazo de validade de LABIRIN® é de 24 meses após a data de fabricação. 

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem 

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. 

Para sua segurança, mantenha labirin na embalagem original.

LABIRIN® comprimido de 24 mg é circular branco e levemente amarelado.

Antes de usar, observe o aspecto de labirin.

Caso você observe alguma mudança no aspecto de labirin que ainda esteja no prazo de validade, consulte o médico ou farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

6. Como devo usar este medicamento?

Posologia, dosagem e instruções de uso de Labirin

Uso Adulto:

A dose recomendada é de 1 comprimido de 24 mg, por via oral, a cada 24 horas (24 mg/dia). A administração deve ser feita, de preferência, após a ingestão de alimentos.

Limite máximo diário:

A dose máxima é de 48 mg/dia em doses divididas. 

Duração do tratamento:

A duração recomendada do tratamento é de 2 a 3 meses a ser repetido de acordo com a melhora dos sintomas. A betaistina não é indicada para um tratamento de crises, mas para um tratamento prolongado, a ser mantido ou interrompido de acordo com a melhora da doença. 

Siga a orientação de seu médico, respeitando os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. O tratamento com LABIRIN® pode durar meses, de forma contínua ou descontínua. 

Pacientes Idosos 

As doses e cuidados para pacientes idosos são as mesmas recomendadas para os adultos.

Labirin não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O uso inadequado de labirin pode mascarar ou agravar os sintomas.

Consulte um clínico regularmente. Ele avaliará corretamente a evolução do tratamento. Siga corretamente suas orientações.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

7. O que devo fazer quando esquecer de usar este medicamento?

Você deve tomar, sempre, um comprimido no horário previsto. Caso esqueça uma dose, não tome dois comprimidos de uma só vez para evitar dores estomacais.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico ou do cirurgião-­dentista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

8. Quais os males que este medicamento pode me causar?

Reações adversas de Labirin

Durante o tratamento com LABIRIN® podem ocorrer reações indesejáveis, sendo as mais comuns: dores de estômago, náuseas e vômitos. Você deve tomar cuidado especial caso tenha sofrido de úlcera péptica. Muito raramente podem ocorrer reações como diarréia, dor de cabeça e sonolência.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso de labirin.

Informe a empresa sobre o aparecimento de reações indesejáveis e problemas com labirin, entrando em contato através do Centro de Atendimento ao Consumidor (CAC).

“ATENÇÃO: Este produto é um medicamento que possui nova concentração no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis ou desconhecidas. Nesse caso, informe seu médico ou cirurgião-dentista.”

9. O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento

Superdosagem de Labirin

Alguns pacientes apresentaram sintomas leves como náusea, sonolência e dor abdominal.

Outras complicações mais sérias como convulsão, problemas cardíacos e pulmonares foram observados em casos de dosagem intencional, combinada com outros medicamentos em altas dosagens.

Em caso de uso de grande quantidade de labirin, procure imediatamente socorro médico e leve a embalagem ou bula de labirin, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Dizeres Legais

Reg. MS nº 1.0118.0596

Farmacêutico Responsável: Alexandre Tachibana Pinheiro -CRF-SP nº 44081

Registrado e Fabricado por APSEN FARMACÊUTICA S/A

Rua La Paz, nº 37/67 -São Paulo -SP

CNPJ 62.462.015/0001-29

INDÚSTRIA BRASILEIRA

Centro de Atendimento ao Consumidor: 0800 16 5678 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Este texto foi extraído manualmente. Consulte sempre a bula original Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.