Interações medicamentosas de Itraconazol

Acesse a bula completa

Você deve comunicar ao seu médico quais os medicamentos que você está usando no momento. Em particular, você não deve tomar alguns medicamentos ao mesmo tempo e, se isto ocorrer, algumas alterações serão necessárias, em relação à dose, por exemplo.

Medicamentos que nunca devem ser tomados enquanto você utilizar itraconazol cápsula:

- Certos medicamentos para alergia: terfenadina, astemizol e mizolastina;

- Certos medicamentos para tratar angina (sensação de aperto ou dor no peito) ou hipertensão (pressão alta): bepridil, felodipino, nisoldipino, lercanidipino, ivabradina, ranolazina, eplerenona;

- Cisaprida, um medicamento utilizado para certos problemas digestivos;

- Certos medicamentos que reduzem o colesterol: sinvastatina e lovastatina;

- Certos comprimidos para dormir: midazolam (oral) e triazolam;

- Certos medicamentos usados para distúrbios psicóticos: lurasidona, pimozida, sertindol;

- Colchicina, um medicamento para tratar gota, quando usado em pessoas com insuficiência do rim ou fígado;

- Certos medicamentos usados no tratamento da dor intensa ou para o controle da dependência: levacetilmetadol (levometadil) e metadona;

- Halofantrina, um medicamento usado para tratar malária;

- Irinotecano, um medicamento contra o câncer;

- Medicamentos denominados alcaloides do Ergot: di-hidroergotamina ou ergotamina, usados no tratamento da enxaqueca;

- Medicamentos denominados alcaloides derivados do Ergot: ergometrina (ergonovina) ou metilergometrina (metilergonovina), usados para controlar o sangramento e manter a contração uterina após o parto;

- Certos medicamentos utilizados no tratamento de irregularidades do batimento cardíaco: disopiramida, dronedarona, quinidina e dofetilida.

Após o término do tratamento com itraconazol, você deve aguardar pelo menos duas semanas antes de tomar qualquer um destes medicamentos.

Medicamentos que podem diminuir a ação de itraconazol, tais como: 

- Medicamentos usados para tratar epilepsia: carbamazepina, fenitoína e fenobarbital;

- Medicamentos para tratar tuberculose: rifampicina, rifabutina e isoniazida;

- Medicamentos para tratar HIV/AIDS: efavirenz e nevirapina.

Portanto, você sempre deve informar ao seu médico se estiver usando qualquer um destes medicamentos para que medidas apropriadas possam ser adotadas.

Após o término do tratamento com qualquer um destes medicamentos você deve aguardar pelo menos duas semanas antes de tomar itraconazol cápsula.

Medicamentos não recomendados, exceto se o médico julgar necessário, tais como: 

- Certos medicamentos usados no tratamento do câncer: dasatinibe, nilotinibe, sunitinibe, trabectedina;

- Alisquireno: usado no tratamento de hipertensão (pressão alta);

- Rifabutina: usado no tratamento de tuberculose;

- Carbamazepina: usado no tratamento de epilepsia; 

- Colchicina: usado no tratamento de gota;

- Everolimo: administrado após um transplante de órgão;

- Fentanila, um medicamento potente para tratar a dor;

- Certos medicamentos que tornam a coagulação do sangue mais lenta: apixabana, rivaroxabana;

- Salmeterol: usado para melhora da respiração;

- Simeprevir: usado no tratamento de hepatite C;

- Tansulosina: usado no tratamento de incontinência urinária masculina;

- Tardenafila: usado no tratamento de disfunção erétil.

Após o término do tratamento com o itraconazol cápsula você deve aguardar pelo menos duas semanas antes de tomar qualquer um destes medicamentos, exceto se o seu médico julgar que a administração é necessária.

Medicamentos que podem requerer uma alteração da dose (ou do itraconazol ou do outro medicamento), tais como:

- Certos antibióticos: ciprofloxacino, claritromicina, eritromicina; 

- Alguns medicamentos que agem no coração ou vasos sanguíneos: digoxina, nadolol, riociguate e certos bloqueadores de canal de cálcio, (incluindo verapamil);

-Certos medicamentos que diminuem a coagulação sanguínea: cumarínicos, cilostazol e dabigatrana;

- Metilprednisolona, budesonida, ciclesonida, fluticasona ou dexametasona, (medicamentos administrados por via oral, injetável ou inalatória para o tratamento de inflamações, asma e alergias);

- Ciclosporina, tacrolimo, tensirolimo ou rapamicina (também conhecida como sirolimo), que são medicamentos utilizados geralmente após transplantes;

- Certos medicamentos usados no tratamento de HIV/AIDS: maraviroque e inibidores da protease: indinavir, ritonavir, darunavir potencializado com ritonavir, fosamprenavir potencializado com ritonavir, saquinavir;

- Certos medicamentos utilizados no tratamento do câncer: bortezomibe, bussulfano, docetaxel, erlotinibe, ixabepilona, lapatinibe, trimetrexato, alcaloides da vinca;

- Certos medicamentos para ansiedade ou para dormir (tranquilizantes): buspirona, perospirona, ramelteon, midazolam IV, alprazolam e brotizolam;

- Certos medicamentos fortes para tratar a dor: alfentanila, buprenorfina, oxicodona e sufentanila;

- Certos medicamentos para tratar diabetes: repaglinida e saxagliptina;

- Certos medicamentos para tratar psicose: aripiprazol, haloperidol, quetiapina e risperidona;

- Certos medicamentos para tratar a náusea e o vômito: aprepitanto e domperidona;

- Certos medicamentos para controlar a bexiga irritada: fesoterodina, imidafenacina, solifenacina e tolterodina;

- Certos medicamentos para tratar disfunção erétil: sildenafila e tadalafila;

- Praziquantel, um medicamento para tratar fasciolíase e teníase;

- Certos medicamentos para alergia: bilastina, ebastina;

- Reboxetina, um medicamento usado no tratamento da depressão;

- Atorvastatina, um medicamento usado na redução do colesterol;

- Meloxicam, um medicamento para tratar inflamação e dor de articulações;

- Cinacalcete, um medicamento para tratar a atividade excessiva da paratireoide;

- Certos medicamentos para tratar o nível baixo de sódio no sangue: mozavaptana e tolvaptana;

- Alitretinoína (formulação oral), um medicamento para tratar eczema;

- Eletriptano, um medicamento usado no tratamento da enxaqueca;

Informe ao seu médico se você estiver tomando qualquer um destes medicamentos.

Deve haver acidez estomacal suficiente para garantir que este medicamento seja apropriadamente absorvido pelo organismo. Desta forma, medicamentos que neutralizam a acidez estomacal (antiácidos) devem ser tomados pelo menos uma hora antes ou duas horas após a ingestão do itraconazol. Pela mesma razão, se você toma medicamentos que interrompem a produção estomacal de ácido, você deve tomar o itraconazol junto com refrigerantes não dietéticos a base de cola. Em caso de dúvida consulte seu médico.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Este texto foi extraído manualmente. Consulte sempre a bula original Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.