Conheça os hábitos que podem agravar o glaucoma

Estresse, uso incorreto de colírios e sedentarismo podem piorar o quadro da doença ocular

POR SARAH USKA - ATUALIZADO EM 07/03/2016

O glaucoma atinge mais de 60 milhões de pessoas no mundo, desses um milhão são brasileiros, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. A doença também é a maior causa de cegueira irreversível no mundo.

A doença caracteriza-se por uma degeneração do nervo ótico devido a pressão intraocular elevada. "Entre a córnea e o cristalino existe uma cavidade que é preenchida com um líquido, chamado de humor aquoso. Este líquido é constantemente produzido e drenado, de modo que o volume e pressão se mantêm constantes. Quando o paciente tem glaucoma, o humor acuoso não é drenado suficientemente, fazendo com que a pressão aumente", explica o oftalmologista Vital Paulino Costa, Presidente da Associação Brasileira de Glaucoma.

Além da cegueira, a perda da visão parcial também é considerada uma das maiores complicações do glaucoma. Confira abaixo a lista de alguns hábitos que podem agravar a doença e previna-se.

Uso incorreto dos colírios

Um dos tratamentos do glaucoma é o uso de colírios, muitas vezes mais do que um. O uso incorreto deste medicamento atrapalha o tratamento, além de reduzir sua eficácia. "Os colírios devem ser utilizados da maneira prescrita pelo médico, respeitando os horários, os intervalos entre um colírio e outro (que são de geralmente de 5 a 10 minutos) e aplicando da forma correta", explica a oftalmologista Roberta Velletri, do Instituto de Moléstias Oculares (IMO). A especialista explica que a maneira correta de aplicar o colírio é pingando uma só gota com o olho aberto, segurando a pálpebra superior para cima. Depois, permanecer com o olho fechado por volta de um minuto.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.