Alguns sinais durante o sexo podem indicar problemas para a saúde feminina

Dor, ardência e coceira vaginal estão entre os desconfortos mais comuns

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 09/11/2016

Para algumas mulheres, a máxima "sexo é sinônimo de prazer" pode não valer completamente. Isso porque existem algumas condições e desconfortos relacionados ao ato sexual que não só impedem um pleno aproveitamento, como também indicam problemas mais sérios. Por ser um órgão interno, a vagina está mais suscetível a infecções e doenças que não são perceptíveis em um primeiro momento. Além disso, problemas na lubrificação e até mesmo a dor de cabeça podem pegar a mulher de surpresa, transformando a prática sexual em motivo de preocupação. Reconheça os sinais que indicam problemas durante o sexo e saiba quando procurar um especialista:

SAIBA MAIS

Excesso de lubrificação

Normalmente relacionado a um sinal positivo que é indicativo de excitação, a lubrificação facilita a penetração. É por isso que pode ser difícil pesar o momento em que ela se torna excessiva e desconfortável. "Podemos dizer que o excesso de lubrificação é um problema apenas quando incomoda a mulher, ou então quando persiste em seu dia a dia, não necessariamente relacionado à excitação", explica Fábio Rosito. Os especialistas afirmam que esse distúrbio não tem tratamento, justamente por ser uma alteração fisiológica natural, que não a impede de manter uma vida sexual saudável. "As maiores orientações para esse caso são uma higiene mais frequente, podendo ser indicado o uso de absorventes diários."

Para conviver melhor com a lubrificação excessiva, a dica dos especialistas é não estender tanto o tempo das preliminares e começar a penetração enquanto a vagina ainda não está com a lubrificação excessiva. Isso pode até ser uma vantagem, pois uma mulher bem lubrificada tem maiores chances de alcançar o orgasmo.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.