Evite nove erros ao tomar antibióticos

Parar o tratamento e esquecer a medicação interferem no curso da doença

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 14/10/2014

Nem todo mundo trata o assunto com a seriedade que ele merece. Qualquer dor de cabeça basta para correr à farmácia e pedir uma caixa daquele remédio que alguém na família tomou - mas isso pode ser um tiro no pé quando o assunto é usar antibióticos, uma vez que eles precisam de prescrição médica rigorosa. Existem várias fórmulas para combater a mesma doença, e só um médico sabe a mais adequada. Confira os erros mais comuns do tratamento com antibióticos, os perigos relacionados e como proceder em situações de surpresa, como o esquecimento de uma dose ou o aparecimento de alergias:

Esquecer a hora de tomar o remédio

O intervalo entre as doses é calculado de acordo com a chamada meia-vida do remédio (tempo em que a concentração dele cai pela metade na corrente sanguínea). Os horários devem se adequar à rotina do paciente, seus horários de trabalho e sono. Uma dose ingerida antes da hora pode causar intoxicação ou, simplesmente, pode não ser absorvida pelo organismo. Já quando você se esquece de tomar o medicamento, pode sofrer com a volta dos sintomas. "Se a pessoa está tomando antibióticos e atrasa um período inteiro, a bactéria pode tornar a se multiplicar e criar resistência ao medicamento", afirma o infectologista Jorge. Converse com o seu médico se a sua medicação atrapalha o seu dia a dia e sobre a melhor maneira de agir caso você se esqueça de uma dose.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.