Infertilidade - Quando é necessário pedir ajuda?

A ansiedade para ter filhos pode levar o casal a pensar que tem o problema

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 25/11/2009

A infertilidade pode ser definida como a incapacidade de gerar filhos, e pode estar relacionada a fatores definitivos ou passageiros, que acometem o casal. Muitos são os casais que, logo após tomarem a decisão de engravidarem, ficam ansiosos achando que têm algum problema.

Em geral, a pesquisa para infertilidade deve começar após 1 ano de tentativas sem uso de qualquer método para evitar a gravidez, com relações sexuais freqüentes. Isto porque, sabemos que na prática, a chance de gravidez em casais sem problemas de infertilidade é de 20%, durante um ano de tentativas.

A gravidez espontânea vai ocorrer quando houver o encontro dos gametas, com penetração de um só espermatozóide no óvulo. Quando ocorre a ovulação, o óvulo cai na cavidade abdominal e é captado pela trompa, e o local da fertilização é justamente no terço final da trompa.

PUBLICIDADE

O zigoto (óvulo fertilizado) demora de 5 a 7 dias para percorrer a trompa e cair na cavidade uterina. Durante este processo, a divisão celular embrionária acontece rapidamente, chegando ao útero no estágio denominado mórula (embrião com várias células formando uma massa celular, que lembra o aspecto de uma amora, só que milhares de vezes menor). Neste momento, o embrião deve conseguir aderir ao endométrio, que já está previamente preparado pelos hormônios, para sua recepção.

Se isto ocorrer, teremos uma gravidez; caso não ocorra sua implantação, a paciente menstrua, sem nenhuma sensação de gravidez. Supõe-se por alguns estudos, que isto é muito freqüente (em torno de 70% das vezes), apesar de difícil comprovação. O teste de gravidez vai ser positivo somente após 14 dias da implantação do embrião.

Por estas explicações vemos que alguns exames básicos devem ser feitos, para se avaliar as condições favoráveis à uma gravidez. Algumas etapas são fáceis de se avaliar, outras infelizmente ainda não conseguimos investigar. Portanto após uma entrevista clínica, deverão ser pedidos alguns exames para o casal.

O homem deve fazer um Espermograma para avaliação, basicamente, do número de espermatozóides, sua vitalidade, motilidade e morfologia (aspecto normal ou anormal), se há sinais de infecção, etc.

A mulher deve fazer alguns exames para testar todas as etapas para ocorrer uma gravidez. Então, devemos avaliar como estão os hormônios femininos e da tireóide, para se investigar, se há ovulação e se o metabolismo geral estão em ordem.

Deve ser realizado um exame chamado histerossalpingografia, para testar se as trompas estão pérvias e a cavidade uterina está normal, e um ultrassom transvaginal para avaliação final das condições dos órgãos pélvicos. Após estes exames básicos, poderá ser necessário a complementação diagnóstica ou se discutir a escolha do método mais indicado para ajudar o casal a conseguir uma gravidez.

Qual caminho seguir, que método usar, é sempre uma decisão que se deve tomar em conjunto o casal e o médico que irá assisti-los, porque isto envolve não só detalhes técnicos, mas uma grande cooperação e envolvimento emocional do casal. O apoio mútuo é absolutamente necessário para que todo este período de tratamento transcorra em clima de tranqüilidade e esperança!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.