Aparelhos ortodônticos beneficiam a estética e a saúde

Avaliação profissional e alguns cuidados durante o tratamento são necessários

ARTIGO DE ESPECIALISTA

Ninguém precisa mais ficar com os dentes tortos. A correção do posicionamento dos dentes atualmente também pode ser realizada em adultos. Todos estão aptos a usar o aparelho, desde que uma avaliação inicial individual do caso seja realizada por um especialista.

No processo, os aparelhos podem ser fixos ou móveis, metálicos ou estéticos, e servirão para reposicionar os dentes na boca de forma que possam realinhar os dentes, melhorando a estética bem como a oclusão.

Qualquer pessoa que use um aparelho fixo deve redobrar seus cuidados com higiene bucal, uma vez que este recurso ortodôntico dificulta muito a limpeza dos dentes.

PUBLICIDADE

O objetivo do tratamento ortodôntico é criar uma condição bucal saudável e tornar a estética dento-facial agradável. Para isto, os dentes são colocados nas suas posições corretas. O correto alinhamento ainda facilita a higiene bucal, diminuindo o aparecimento de cáries e doenças gengivais.

A previsão do tempo de tratamento não é exata, mas pode ser estimada desde que alguns fatores sejam levados em conta ao longo do tratamento. O modelo e manutenção do aparelho (de elásticos, aparelhos móveis etc.), crescimento crânio-facial desfavorável, diversidade nas respostas biológicas, faltas frequentes às consultas, escovação deficiente e falta de cooperação podem alongar o tempo de tratamento e impedir ou dificultar bons resultados.

Frequentemente percebo uma dúvida entre os pacientes. Seu questionamento aborda se é verdade que pode ocorrer recidiva do caso se não for realizada a correta manutenção do aparelho?

Então para começar, o que é Recidiva? É o nome dado à tendência do dente a voltar à sua antiga posição. Esta volta é geralmente moderada e pode ser parcialmente controlada pelos aparelhos de contenção, com exceção da região dos caninos e incisivos inferiores.

Com o tempo, podem ocorrer alterações por fatores fora do controle do ortodontista, como: respiração e hábitos bucais e, hipoteticamente, o nascimento dos terceiros molares (dente do siso). Estas mudanças independem do fato de o aparelho fixo ter sido usado ou não.

Assim que o aparelho fixo é retirado, o momento de recidiva é o mais crítico, pois o osso que sustenta os dentes ainda está "mole" por causa do tratamento. Por isso, o aparelho móvel pode ser uma ótima opção. Ele mantém o dente na posição ideal até que o osso se solidifique totalmente. Contudo, o tempo para que isto ocorra, varia de pessoa para pessoa, portanto não há um tempo determinado para o uso do contensor móvel e sua dispensa ficará a critério do ortodontista.

Desta forma, como em todo o tratamento odontológico na ortodontia o paciente participa ativamente de todos os cuidados necessários para que os melhores resultados sejam alcançados.

Cuide de seu sorriso e seja feliz.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.