Anvisa proíbe produtos injetáveis com chá verde

A bebida, no entanto, continua sendo opção para emagrecer e proteger o coração

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 09/10/2012

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu na segunda-feira (8) a fabricação, manipulação, distribuição, comércio e uso de qualquer medicamento injetável a base de extratos vegetais, incluindo o chá verde, que não tenha sido aprovado pelo órgão.

PUBLICIDADE

A medida foi tomada após a identificação de muitas propagandas na internet para comercializar produtos injetáveis com chá verde, prometendo emagrecimento e combate de gorduras localizadas. A agência informa, entretanto, que ainda não existem estudos suficientes para comprovar a segurança e eficácia dessa aplicação, podendo existir riscos à saúde.

A suspensão tem validade imediata após divulgação no Diário Oficial e irá durar até que esses produtos sejam regularizados. Vale lembrar, porém, que medicamentos fitoterápicos via oral não foram proibidos, nem o alimento chá verde, que não precisa de registro na Anvisa.

Os benefícios do consumo de chá verde

Embora ainda falte comprovação científica sobre o uso de chá verde em produtos injetáveis, há muitos estudos indicando que ingerir esse alimento ajuda no combate e prevenção de vários problemas de saúde, incluindo câncer e emagrecimento. "Essa erva natural contém quantidades consideráveis de manganês, potássio, ácido fólico, vitamina C, vitamina K, vitamina B1 e a vitamina B2, nutrientes que são essenciais para o bom funcionamento do organismo", afirma a nutricionista Daniela Jobst, de São Paulo. Confira os principais benefícios:

Metabolismo a todo vapor

O chá verde contém grandes quantidades de antioxidantes e outras substâncias, como a própria cafeína, que favorecem o gasto de energia pelo organismo e a queima de gordura. A recomendação diária, nesse caso, varia de cinco xícaras a um litro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Coração protegido

"O chá verde ajuda a proteger a saúde do coração por ter flavonoides, que diminuem o risco de formação de coágulos nas artérias", explica a nutricionista Daniela Jobst. Esses nutrientes também mantêm as artérias mais flexíveis, suavizando os impactos das constantes mudanças da pressão arterial.

Mais longevidade

O chá verde impede a ação dos radicais livres que causam o envelhecimento precoce das células por ter um poderoso efeito antioxidante. "Nutrientes como carotenos, vitaminas C e E, presentes nas folhas, favorecem a elasticidade da pele e previnem as rugas", diz Daniela Jobst.

Controle do colesterol

Pessoas que tomam chá verde têm mais chances de diminuir os níveis de colesterol ruim do sangue, o LDL, segundo um estudo feito pela Universidade do Paraná. Para esse feito, entretanto, é preciso aliar a bebida a uma alimentação com baixo teor de gorduras saturadas e grande quantidade de vitaminas e minerais.

Contra tumores

Duas substâncias presentes no chá verde são as responsáveis por prevenir a proliferação de células cancerígenas no nosso organismo: a catequina e os bioflavonoides. De acordo com um estudo feito pela Universidade do Estado de Luisiana (EUA), pessoas com câncer de próstata que tomaram quatro cápsulas por dia de polifenol E (um suplemento equivalente a 10 xícaras de chá verde) tiveram a redução do câncer em até 30%.

Afasta a depressão

Um estudo publicado American Journal of Clinical Nutrition apontou que pessoas que tomam chá verde com frequência estão 44% menos propensas a ter depressão. Essa propriedade está ligada ao aminoácido chamado theanina, encontrado no chá verde e que tem efeito tranquilizante.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.