Placa bacteriana pode ser removida com escovação e higiene bucal adequada

Entenda como ela se forma e quais as consequências de não tratá-la

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 29/09/2016

Dra. Eliana Avelãs
Odontologia - CRO 32254/SP
especialista minha vida

A placa bacteriana ou BIOFILME, que é o termo mais atual, é definida pela camada de micro-organismos que fica firmemente aderida sobre as superfícies de dentes. O BIOFILME é formado por muitas colônias de bactérias, células da mucosa, células de defesa do sangue, enzimas, sais minerais, proteínas, pigmentos e restos alimentares. Ele pode ser considerado um ecossistema e sofre mudanças contínuas, variando em composição nos diferentes locais da boca, e de pessoa para pessoa.

PUBLICIDADE

Calcula-se que mais de quinhentas espécies microbianas sejam capazes de colonizar a cavidade bucal, e que cada um de nós possa ter cerca de 150 a 200 espécies. Mas não se assuste, nem todas as bactérias são ruins - algumas até são necessárias.

Em condições normais, esses micro-organismos não causam danos. As bactérias defendem a cavidade bucal contra a invasão de outros organismos, como os causadores de cáries e periodontite. Além disso, os micro-organismos contribuem para a síntese de vitaminas e proteínas. Porém, o excesso deles pode ser prejudicial.

Colonização expressa

placa bacteriana - Foto: Getty Images
Dentes com espessa camada de biofilme - note como a gengiva está "irritada"

Logo após uma limpeza profissional - quando o biofilme é totalmente removido - o dente começa a ser novamente colonizado pelas bactérias. Em 24 horas sem higienizar os dentes, já temos uma camada de biofilme clinicamente visível. Após 24 horas, o crescimento da comunidade bacteriana vai se tornando mais complexo e com diferenças na composição: o biofilme supragengival - formado acima da borda da gengiva, a parte visível do dente - e o biofilme subgengival - formado abaixo da borda gengival, no sulco da gengiva, aonde o fio dental deve limpar.

A falta de higiene no sulco gengival facilita a inflamação da gengiva, provocando a gengivite, que em alguns casos pode evoluir para periodontite. Por isso, a higiene bucal é muito mais do que a limpeza da boca e dos dentes. É um gesto de saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
A higiene bucal é muito mais do que a limpeza da boca e dos dentes. É um gesto de saúde.

Por isso é muito importante escovar os dentes pelo menos a cada oito horas, mesmo que não tenhamos comido nada. O crescimento das bactérias não para, é contínuo, e precisamos remover o BIOFILME sempre. Apesar de bem aderido ao dente, o BIOFILME é de consistência mole, e pode de ser removido com uma higienização bem feita. Já o tártaro - aquelas minúsculas pedrinhas calcificadas que se acumulam entre os dentes - é mais difícil de ser removido e só um dentista poderá retirá-lo com segurança.

Certifique-se de que a limpeza foi bem feita

Escovar os dentes - usando escovas de cerdas macias, de cabeça pequena e fazendo movimentos circulares bem pequenos - é um ato simples, mas seu dentista pode dar orientações de como conseguir uma escovação eficaz e um a higiene perfeita. Para a higiene bucal ser completa é preciso usar corretamente o fio dental e o raspador de língua.

placa bacteriana - Foto: Eliana Avelãs
Dentes com boa higiene, aonde o biofilme é imperceptível - o aspecto da gengiva é normal

O fio ou fita dental deve ser utilizado no mínimo uma vez por dia, pois o uso da escova de dente, por mais eficiente que seja, não consegue remover os resíduos depositados nas áreas entre os dentes. O raspador de língua é um instrumento de higiene bucal desenhado especificamente para a limpeza da língua. Eles são capazes de remover a saburra lingual, ou seja, a placa esbranquiçada que recobre a superfície da língua. A limpeza da língua é importante para eliminar o mau hálito, reduzir cáries, doenças periodontais, tártaros, infecções de gengiva e garganta. Hoje sabemos que muitas doenças do nosso organismo são causadas por vírus e bactérias da cavidade oral. Embora a pasta de dente não seja indispensável, a remoção do biofilme é 70% maior quando se usa dentifrício. Além disso, a formação de uma nova placa é reduzida em 45% com o uso de creme dental.

O uso de enxaguante bucal com flúor é importante principalmente à noite. Durante o sono a salivação diminui e o com isso o efeito protetor da saliva contra as bactérias fica prejudicado. Alguns enxaguantes possuem álcool, o que não é recomendado para a saúde bucal - essa substância pode causar a descamação de células da mucosa. Dessa forma é melhor escolher produtos que não tenham o álcool em sua composição.

A limpeza profissional ou profilaxia tem como objetivo a prevenção de doenças bucais. Faz parte da profilaxia o exame meticuloso da cavidade bucal, dentes e gengivas, mucosas, restaurações e próteses, correção de saliências que dificultam o uso do fio dental e a instrução e demonstração de como efetuar uma higiene adequada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A remoção do tártaro supragengival é feita utilizando-se instrumentos manuais, e também o ultrassom. Em pacientes com alto índice de cáries e em crianças é aplicado um gel de flúor, para proteger a estrutura mineralizada do dente dos ataques ácidos das bactérias.

A profilaxia ajuda a prevenir a necessidade de tratamentos extensos e caros e colabora para que você sorria com saúde.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.