Massagem cardíaca: quando ela é recomendada e como fazer

Saber como agir nestas situações pode salvar uma vida

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 06/10/2016

Dr. Bruno Valdigem
Cardiologia - CRM 118535/SP
especialista minha vida

A massagem cardíaca é recomendada quando há parada cardiorrespiratória, que acontece quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para manter o cérebro e os demais órgãos funcionando, deixando a pessoa inconsciente. Isso ocorre de forma súbita, geralmente por taquicardia ventricular ou fibrilação ventricular. Menos frequentemente, acontece por bradicardia ou outras causas.

PUBLICIDADE

A função de bomba do coração é o que faz o sangue circular. Através de avisos elétricos o músculo contrai, empurrando todo o sangue que estava dentro da cavidade para o corpo através da Aorta (Grande artéria que leva o sangue do ventrículo esquerdo até o corpo). Quando o coração é forçado a bater muito rápido ou muito lentamente ele não consegue receber sangue do corpo para empurrar para frente (o ventrículo ainda está cheio de sangue) e os órgãos que deveriam ser oxigenados começam a sofrer. A saber, os que primeiro sofrem são os que mais usam oxigênio, como o cérebro e o próprio coração.

Em caso de suspeita de parada cardíaca (PCR), existe uma sequência de passos que qualquer pessoa possa seguir para ajudar o sangue a fluir até que a pessoa tenha atendimento especializado. É importante saber que o melhor resultado na tentativa de reanimar uma pessoa em parada cardíaca é quando esse processo é realizado nos primeiros cinco minutos do evento. Essa sequência foi descoberta e revista ao longo dos anos.

A sequência correta vai abaixo:

1- Tentar despertar a vítima

Por vezes é uma síncope (desmaio) e a pessoa desperta logo após. As vezes a pessoa está dormindo, ou alcoolizada e tentar desperta-la sempre evita esforço desnecessário.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

2- Chamar por ajuda

É importante principalmente para antecipar a chegada de médicos ou paramédicos no local, bem como ambulância.

3- Deitar a pessoa de barriga para cima e levantar o queixo

Veja se a pessoa respira espontaneamente apenas com este movimento. Às vezes a parada é causada por falta de oxigênio. Levantar o queixo "abre" as vias aéreas e permite que o oxigênio volte a fluir. É Muito comum em crianças, em especial quando engasgam com comida.

4- Se estiver confortável com isso, tampe o nariz da pessoa e sopre duas vezes com força dentro de sua boca

Se não quiser, passe para o próximo passo. Isso foi modificado porque algumas pessoas não começavam a massagem cardíaca por medo de fazer a respiração boca a boca.

5- Inicie a massagem cardíaca

a. Sinta o final do osso esterno, o osso que junta as costelas da direita com as da esquerda, no meio do peito. Sinta o final do osso na boca do estômago. Meça dois dedos a partir dali na direção da cabeça.

b. Comece a empurrar com o peso do seu corpo, em movimentos ritmados, esse osso para dentro. Cerca de 100 compressões por minuto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

c. A função disso é fazer com que o peso do seu corpo "comprima" o coração, empurrando o sangue para frente.

d. Esse processo substitui o coração temporariamente, preservando o cérebro e outros órgãos.

6- Se possível, intercale 30 compressões com duas respirações.

A massagem deve continuar até a equipe de resgate chegar.

Não existe um tempo "máximo" para fazer massagem cardíaca. O ideal é esperar a chegada da equipe de resgate. Quanto aos riscos, a massagem pode levar a fratura de algumas costelas e no caso de trauma (acidente), ela pode piorar alguma fratura que não havia sido identificada - contudo, é mais provável que a pessoa venha a óbito caso ela não receba a massagem.

Mesmo que você esteja na rua e tenha duvida de como proceder, tente. Você pode salvar uma vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.