Caxumba: cidade de São Paulo registra 346 casos em 2016

Maioria dos surtos foi registrados nas escolas e empresas. Pessoas infectadas possuem faixa etária entre 10 e 29 anos

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 20/06/2016

A cidade de São Paulo já registrou cerca de 346 casos de caxumba até o dia 14 de maio de 2016. No ano passado, no mesmo período, foram registrados 62 casos. No ano inteiro o número contabilizado chegou a 275. Os casos individuais não são notificados de forma compulsoria, no entanto os surto são. E somente esse ano foram contabilizados cerca de 20 surtos em escolas e 17 em empresas.

PUBLICIDADE

De acordo com a Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa), é considerado surto de caxumba a ocorrência de dois ou mais casos em uma mesma instituição. Os surtos podem acontecer em qualquer época do ano, mas são mais frequentes no inverno e na primavera, e frequentar locais populosos facilita o contágio, uma vez que a doença é contagiosa e o vírus é transmitido pelo ar.

Segundo a Vigilância em Saúde, nos 48 surtos registrados a maioria dos infectados está na faixa etária entre 10 e 29 anos. O grupo é formado em sua maioria por adolescentes que estão na escola ou adultos jovens em empresas convivendo diariamente por longos períodos.

Até o momento não há uma conclusão sobre o motivo do aumento de casos. Uma das hipóteses é a de que as pessoas não estejam vacinadas e a outra é a possibilidade de a vacina não dar imunidade para a vida toda.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.