Gastrite crônica: causas, sintomas e tratamento

Quanto maior o número de polimorfonucleares, maior é o grau de atividade da doença

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 17/07/2017

Dr. Leonardo Peixoto
Gastroenterologia - CRM 780553/RJ
especialista minha vida

Gastrite significa inflamação do estômago, mas é um termo usado para descrever outras alterações da mucosa gástrica, como erosões e atrofia. Em geral, o que define uma doença como aguda ou crônica é o tempo desde o início dos sintomas, sem necessariamente ter uma correlação com a possibilidade de cura.

PUBLICIDADE

No caso da gastrite, a definição de aguda ou crônica é dada pelo tempo de doença e pelo tipo de infiltrado inflamatório presente no estômago. No caso da gastrite crônica, presente por um tempo mais prolongado, os tipos celulares predominantes passam a ser linfócitos e plasmócitos.

A gastrite crônica pode ser classificada em leve, moderada ou acentuada com base no número de polimorfonucleares presentes no infiltrado inflamatório. Quanto maior o número de polimorfonucleares, maior é o grau de atividade da doença.

Causas da gastrite crônica

Inicialmente ocorre uma inflamação das camadas mais superficiais da mucosa do estômago com edema e infiltração por células inflamatórias. Com o passar do tempo, sobrevêm a atrofia da mucosa com perda das estruturas glandulares e, em alguns casos, acontece a metaplasia intestinal que é mais um fator que leva a um aumento no risco de câncer gástrico.

A gastrite crônica pode ser causada por:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Bactérias como Helicobacter pylori
  • Doenças autoimunes
  • Vírus como o HIV
  • Fungos
  • Doenças inflamatórias

Não havendo resolução do mecanismo causador da gastrite, ela pode tornar-se crônica, especialmente no caso da infecção persistente por Helicobacter pylori.

Sintomas da gastrite crônica

Pessoas com gastrite podem ser assintomáticas ou apresentar desconforto e até mesmo dor na parte superior do abdome, náuseas, vômitos e plenitude pós-prandial.

Tratamento para gastrite crônica

A possibilidade de curar uma gastrite está ligada essencialmente a encontrar a causa da gastrite e tratá-la. Podemos utilizar antibióticos para erradicar o Helicobacter pylori e outros agentes infecciosos como, por exemplo, citomegalovírus, treponema pallidum, cândida, herpes, micobactérias e parasitas.

Utilizar medicamentos específicos para certas enfermidades, como doenças autoimunes. Além disso, de maneira geral são usados medicamentos para reduzir a acidez estomacal (inibidores de bomba de prótons, antiácidos) ou para proteger a mucosa gástrica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Apesar destes tratamentos, no momento em que ocorre a atrofia ou a metaplasia intestinal no estômago, a regressão da doença não é completa. Nestas situações em que a cura não é obtida, deve ser mantido um acompanhamento com controle periódico do indivíduo para evitar complicações como deficiência de vitamina B12 e câncer de estômago.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.

Mais sobre