Rio de Janeiro recebe corrida de rua sem linha de chegada pela primeira vez

Na competição, que ocorre simultaneamente em outros países, corredores serão acompanhados por carro com "linha de chegada" em movimento

POR INFORME PUBLICITÁRIO - PUBLICADO EM 04/04/2018

Correr é um esporte contagiante, não há como negar. No começo, as primeiras passadas parecem difíceis, bem como a tentativa de acertar o ritmo da respiração. Aos poucos, porém, o corpo se adapta ao estímulo do exercício físico e, quando nos damos conta, estamos apenas correndo, movidos por uma força maior e absoluta. Quem precisa de linha chegada quando tudo o que importa é correr, sem limites?

PUBLICIDADE

Essa é a proposta de uma prova que desembarca no Rio de Janeiro pela primeira vez no próximo dia 6 de maio, a Wings For Life World Run. Os competidores começarão a prova na Zona Oeste, na Praça do Pontal, e seguirão por alguns dos mais importantes pontos turísticos da cidade, passando pelas orlas da Barra da Tijuca, Leblon, Ipanema e Copacabana.

O destaque fica por conta de uma linha de chegada diferente, que não "espera" os competidores no final do trajeto, como costuma acontecer em outras provas. Na Wings For Life World Run, os participantes dão a largada sem uma meta de distância definida. Trinta minutos depois do último corredor começar a prova, um carro chamado de "Catcher Car", ou carro perseguidor, dará início ao trajeto, aumentando a velocidade gradativamente. O último participante que for ultrapassado pelo carro será o grande vencedor da corrida. No ano passado, o vencedor global foi o cadeirante sueco Aron Anderson, que percorreu mais de 90 quilômetros.

Em sua quinta edição no Brasil, o evento começará ao mesmo tempo no Rio de Janeiro e em cidades de outros países, como Áustria Croácia, Suíça e Estados Unidos, independentemente do fuso-horário. Para participar da corrida global, basta fazer a inscrição no site oficial de Wings For Life World Run, que custa R$ 150,00 por participante. Todo o valor arrecadado será revertido para pesquisas que buscam a cura de lesões na medula espinhal. Criada em 2014, a iniciativa já conseguiu mais de 20 milhões de euros para financiar os estudos.

Por que começar a correr?

A corrida é um exercício completo para quem quer conquistar uma vida mais saudável e manter o peso em dia. Além de melhorar o condicionamento físico e cardíaco, a atividade é uma excelente forma de queimar o excesso de calorias do corpo: uma hora de prática, por exemplo, chega a queimar em torno de 900 calorias, só para você ter uma ideia. Além disso, a atividade, quando praticada regularmente, traz benefícios que vão muito além do aspecto físico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A corrida também aumenta a nossa capacidade de concentração e libera endorfina, um hormônio que causa bem-estar e melhora a autoestima. A serotonina também é beneficiada pela atividade física, já que o ato de correr com alguma frequência aumenta os níveis desse neurotransmissor, responsável por regular sono e apetite, afastando o risco de depressão e outros problemas relacionados à saúde emocional.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.