Entenda como funciona a tireoide

A glândula regula o metabolismo, a frequência cardíaca e produz os hormônios T3 e T4, essenciais para o funcionamento do corpo

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 19/07/2018

Dra. Andressa Heimbecher Soares
Endocrinologia e Metabologia - CRM 123579/SP
especialista minha vida

Pequenina, a tireoide é uma glândula localizada na região anterior do pescoço, ao redor da traqueia. Seu tamanho médio é de cerca de 15 ml (o que dá menos da metade de um copinho de café descartável), mas, no seu caso, tamanho definitivamente não é documento. Ela é responsável pela produção de dois hormônios essenciais para nosso corpo: a triiodotironina (T3) e a tetraiodotironina (T4).

PUBLICIDADE

Esses dois hormônios, como seus nomes já denunciam, são feitos de iodo, e após serem produzidos pela tireoide, são liberados na corrente sanguínea e vão auxiliar a regular a velocidade do metabolismo, a frequência cardíaca, a temperatura do corpo e as funções cerebrais, além de estimular o crescimento e o desenvolvimento do indivíduo na infância e adolescência.

A produção de T3 e T4 é controlada pelo hormônio TSH, que é produzido na glândula hipófise. O TSH age como se fosse um interruptor: quando faltam T3 e T4 no sangue, o TSH sobe (fica "ligado") e com isso tenta normalizar os níveis desses hormônios. De forma inversa, quando T3 e T4 estão elevados no sangue o TSH fica "desligado" e seus níveis caem.

O hipotireoidismo acontece quando os níveis de T3 e T4 estão baixos. Nesse caso, sintomas como cansaço, sonolência, raciocínio lento, dificuldade de perda de peso e unhas e cabelos secos e quebradiços podem ocorrer.

O hipertireoidismo é o outro lado da moeda: acontece quando os níveis de T3 e T4 estão altos. Palpitações, tremores (principalmente nas mãos), perda de peso, irritabilidade, fraqueza, sudorese e sensação de calor estão entre os sintomas mais comuns.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

É importante ficar atento a esses níveis porque muitos sintomas que usualmente são atribuídos ao excesso de trabalho e ao estresse podem, na verdade, ser sinais de alterações na tireoide. E quando suspeitamos de alterações, o primeiro passo na investigação é a dosagem no sangue dos hormônios TSH e T4 (na sua forma de T4 livre) para que o médico analise os resultados e peça exames adicionais caso necessário.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.