Dor no ombro? Descubra quando procurar ajuda

Especialista explica as principais causas dessa dor

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 06/09/2018

Bernardo Sampaio
Fisioterapia - CREFITO 3:125.811F/SP
especialista minha vida

O ombro é uma articulação bem complexa e grande parte da sua estabilidade se dá por conta dos músculos que estão em seu entorno. Desta maneira, qualquer desequilíbrio muscular nessa região pode gerar dor.

PUBLICIDADE

Movimentos repetitivos, como elevar os braços com frequência e repetidas vezes, por exemplo, podem gerar algum desequilíbrio. E essa é a queixa mais comum dos pacientes da clínica. São diversos os fatores podem gerar este tipo de desconforto, mas os diagnósticos mais comuns são as tendinopatias (tendinites), bursites e ruptura no manguito rotador.

Entre os fatores, podemos incluir o avanço da idade como um dos responsáveis por alterar a estrutura dessa articulação, como nos ossos e tendões. Esse "desgaste" em alguns momentos também pode estar associado a dor.

Importante ressaltar que o tamanho do desgaste nos tendões do ombro não está relacionado a quantidade de dor. Segundo estudos recentes, um desgaste grande pode não causar perda de função e dor mais intensa, ou seja, ainda existem alguns mitos sobre dor no ombro, como acreditar que todas as pessoas com postura corcunda tenham mais dores no ombro ou que a perda de alongamento dos músculos irá gerar dor no ombro. Estes fatos ainda não foram totalmente comprovados.

Sinais de que sua dor pode ser algo mais sério

Primeiro de tudo, fique atenta a perda de função local. O que sabemos até o momento é que o principal sinal de alguma alteração que precise de cuidados extras é a função, ou seja, a capacidade ou a incapacidade de realizar movimentos e atividades diárias, por exemplo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Para isso, podemos usar um exemplo simples, como se vestir. Para as mulheres, se o movimento para prender o sutiã começar a ser difícil ou dolorido, isso significa que esta função está prejudicada e deve ser avaliada e tratada, se for o caso, por um profissional especializado. Outro ponto importante é a perda de força significativa nos braços. Esta é outra função importante que deve ser levada em conta na tomada de decisão para buscar tratamento.

Como evitar que as dores apareçam?

A melhor forma para prevenir que as dores se instalem no corpo é a prática regular de exercícios físicos com foco no condicionamento muscular e também no condicionamento global.

O bom entendimento das alterações normais do corpo vai ajudar a compreender melhor o que pode acontecer e também irá nos tranquilizar quando alguma das alterações citadas acima aparecer. Desta forma saberemos identificar quando precisamos de ajuda sem nos desesperarmos.

Quando os sinais aparecerem, procure um profissional de saúde habilitado para realizar um diagnóstico. O médico especialista em ombro e o fisioterapeuta especialista na área poderão ajudar no diagnóstico clínico e funcional.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.