7 dúvidas comuns sobre sabonete íntimo

O produto é o mais indicado para a higiene da região íntima por causar menos desequilíbrios à flora vaginal e irritações

POR INFORME PUBLICITÁRIO - PUBLICADO EM 11/03/2019

Você sabia que algumas partes do corpo merecem atenção especial? Com a região íntima, não é diferente. Pelo fato da vagina ser mais delicada e contar com uma barreira de proteção natural, que é a flora vaginal, é fundamental optar por produtos que respeitem este ecossistema vivo, por assim dizer. É aí que podemos falar do sabonete íntimo.

PUBLICIDADE

Apesar de contar com a recomendação de muitos especialistas, como é o caso de Protex Íntimo, muitas mulheres ainda têm dúvidas sobre o produto e como usá-lo da melhor forma. Pensando nisso, listamos abaixo as perguntas mais comuns. Tire suas dúvidas:

1 - Sabonete íntimo é melhor que o comum?

É importante lembrar que sabonete não é tudo igual. O íntimo, por exemplo, é desenvolvido especialmente para a região feminina, com propriedades que agridem menos a pele e a flora vaginal. Por isso, ele é considerado mais adequado para a higienização da região íntima do que os sabonetes comuns, que usamos no restante do corpo.

2 - Pode usar todos os dias?

Essa é uma boa notícia. Por ser mais suave do que os sabonetes comuns e desenvolvido especialmente para a higiene íntima, o sabonete íntimo pode, sim, ser utilizado todos os dias, já que não agride a mucosa e tampouco a flora vaginal. Você estará mais protegida do que se usar um sabonete convencional e mais abrasivo.

3 - Como deve ser feita a lavagem?

Aqui vai uma recomendação muito importante: a lavagem da região com o sabonete íntimo deve se restringir à parte externa da vagina, para não comprometer a flora vaginal e sua proteção natural. Basta aplicar um pouco do produto na palma das mãos, fazer espuma e passar sobre a região íntima, enxaguando abundantemente com água depois.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

4 - O produto retira odores da região íntima?

A vagina possui naturalmente um odor característico. Ainda que algumas mulheres se incomodem um pouco com isso, o cheiro não significa, necessariamente, um problema sério. Se ele se torna mais forte e acompanhado de outros sintomas, como coceira, corrimento e dor, é preciso ir até o ginecologista investigar.

De qualquer forma, o sabonete íntimo pode trazer um pouco de refrescância e aroma à região íntima, mas não irá combater infecções como candidíase e vaginose, que requerem tratamentos específicos.

5 - Ele tem menos risco de causar alergias?

Por ter sido pensado para cuidar e minimizar problemas na região íntima, o sabonetes como o Protex Íntimo podem oferecer menos alergias e incômodos para quem tem mais sensibilidade. Além disso, o produto é testado ginecologicamente, o que minimiza tais riscos.

6 - Sabonete íntimo pode ser compartilhado?

Quanto mais pudermos conversar e compartilhar informações sobre saúde íntima com outras mulheres, menos tabus enfrentaremos. O mesmo raciocínio vale para o sabonete íntimo; Protex Íntimo, por exemplo, está disponível na versão líquida, permitindo que você o compartilhe com outras amigas e possa levá-lo até mesmo em viagens.

7 - Dá para usar durante a menstruação? E na gravidez?

O sabonete íntimo pode se transformar em um ótimo aliado da saúde feminina nestes dois momentos. Na menstruação, devido ao uso de protetores e absorventes, o produto pode trazer uma sensação de bem-estar e refrescância maiores, mantendo a região protegida de micro-organismos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Na gestação, a ajuda também é válida, já que a vagina passa por mudanças que podem favorecer a proliferação de fungos e outros agentes infecciosos. Com uma higiene íntima adequada e os cuidados necessários, portanto, a região íntima se mantém equilibrada e protegida.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.