Dicas para cuidar da higiene íntima durante a menstruação

Manter a região devidamente higienizada e trocar o absorvente com regularidade ajudam a preservar a saúde íntima

POR INFORME PUBLICITÁRIO - PUBLICADO EM 25/07/2019

Falar em menstruação, para muitas mulheres, ainda causa estranheza e desconforto. Isso porque o ciclo menstrual permanece cercado por tabus, dúvidas e desinformação, como muitos outros assuntos que envolvem a região íntima. O autoconhecimento, porém, é fundamental para quebrar essas barreiras e preservar a saúde dessa que é uma parte tão importante do nosso corpo.

PUBLICIDADE

Além de resgatar a conexão com a intimidade feminina, entender a região vaginal e o ciclo menstrual nos ajuda a reconhecer alterações importantes no organismo, que podem - ou não - indicar algum problema a ser investigado com o ginecologista. Também é muito importante atentar à higiene íntima nesse período, que precisa de alguns cuidados especiais em relação a limpeza, troca de absorventes e roupas íntimas.

Higiene íntima na menstruação: por que ela é importante?

Você sabe o que acontece com o corpo durante o ciclo menstrual? Estamos falando de mudanças que afetam o organismo como um todo, envolvendo o hipotálamo, a hipófise, os ovários e o útero. Em resumo: na menstruação, os óvulos não fecundados são eliminados, junto com o revestimento do útero. Os sintomas são aqueles que você talvez conheça muito bem, como indisposição, cólicas e inchaço abdominal.

Além disso, a própria região íntima sofre alterações durante a menstruação. De acordo com o Guia Prático de Condutas de Higiene Íntima da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, a pele da vulva, em contato com a menstruação, sofre alterações na flora microbiológica local. O fluxo menstrual ainda proporciona condições favoráveis para a reprodução de alguns micro-organismos, que podem alterar o equilíbrio da região.

Portanto, a menstruação pode se transformar em um momento propício para o surgimento de alguns problemas e incômodos, como infecções, coceira, mau cheiro e ardor, graças à proliferação de fungos e bactérias. É por isso que o cuidado com a higiene se torna ainda mais importante naqueles dias, uma vez que ajuda a manter a flora vaginal em equilíbrio, sem complicação ou mistério.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Dicas de higiene íntima no ciclo menstrual

A higiene íntima durante a menstruação não difere tanto daquela realizada nos demais dias do ciclo feminino, para falar a verdade. Porém, nessa fase, vale a pena reforçar os cuidados com a lavagem da região com um produto apropriado, como é o caso de Protex Íntimo. O sabonete íntimo neutro foi feito especialmente para essa parte do corpo e pode ser usado todos os dias, inclusive durante a menstruação.

Para utilizá-lo, basta despejar uma pequena quantidade do produto na palma da mão e espalhar a espuma pela parte externa da vulva, nunca na parte interna. Em seguida, é só enxaguar bastante e secar a região com cuidado, para não ferir a mucosa. Lembre-se: as duchas internas não são recomendadas pelos especialistas em ginecologia, de modo nenhum. Elas podem machucar a vagina, prejudicar a flora e ainda propagar fungos e bactérias.

Outro ponto importante tem relação à utilização de absorventes diários - e a troca deles também, é claro. Cada mulher possui um padrão menstrual diferente, que inclui: variação de intervalo entre um sangramento e outro, intensidade e duração do fluxo. Por isso, não há uma regra sobre a frequência de troca do absorvente - a substituição deverá ocorrer sempre a mulher sentir necessidade, em média de quatro a cinco vezes por dia.

O ideal, porém, é não passar mais tempo do que o indicado pelo fabricante do absorvente como fluido menstrual, uma vez que o descuido pode facilitar a proliferação de micro-organismos nocivos à saúde íntima. Absorventes externos e internos, coletor menstrual e calcinhas absorventes são algumas opções que podem ajudar a lidar com o fluxo menstrual, com segurança e conforto.

Como passamos uma boa parte do ciclo menstrual com a região íntima abafada, graças à utilização frequente de absorventes, é necessário priorizar tecidos leves e soltos na hora de escolher a roupa íntima de cada dia. Os tecidos naturais, como o algodão, absorvem melhor a transpiração dessa parte do corpo e são mais confortáveis para a pele, prevenindo irritações.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.