Enjoos na gravidez: é seguro tratar com medicamentos?

Órgãos de ginecologia e obstetrícia se manifestaram sobre o assunto na última semana

POR INFORME PUBLICITÁRIO - PUBLICADO EM 15/10/2019

Náuseas e vômitos são uma queixa constante entre as gestantes ao longo da gravidez. Os sintomas são causados devido a alterações hormonais e caracterizam o quadro de êmese gravídica.

PUBLICIDADE

Ao perceber que os sintomas são frequentes, é fundamental que a gestante busque a orientação de seu obstetra. É possível que, com mudanças alimentares e nutricionais e apoio psicoemocional, os enjoos e vômitos cessem. Se isso não ocorrer e o quadro for considerado intenso e/ou grave, o médico poderá orientar uma abordagem farmacológica.

Medicamentos antieméticos: eles são seguros?

Os medicamentos antieméticos, como os que são à base de ondansetrona, ajudam a controlar as náuseas e vômitos durante a gravidez, sendo estes os mais frequentemente prescritos para as gestantes, em todo o mundo. Isso porque, nos últimos anos, observou-se uma superioridade do efeito da substância ondansetrona, com baixos efeitos colaterais, em comparação a outros medicamentos.

Em 12 de setembro, a Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários (AEMPS) publicou uma nota informativa proibindo o uso de ondansetrona durante a gravidez, pelo risco aumentado de defeitos de fechamento orofacial (como lábio leporino).

No entanto, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) afirmou, em nota, que os estudos podem ser considerados conflitantes e controversos e não desaconselha o uso do medicamento em caso de enjoos e vômitos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Com base na análise de dados dos estudos citados pela AEMPS, a FEBRASGO reforça que, enquanto não houver outras evidências, o uso de ondansetrona não precisa ser interrompido ou mesmo abandonado. De acordo com a FDA (Food and Drug Administration), a ondansetrona tem classificação de segurança B, assim como outros medicamentos prescritos para enjoo e náuseas em gestantes.

Tabela de segurança da FDA - Foto: Divulgação
Tabela de segurança da FDA - Foto: Divulgação

A utilização de um medicamento antiemético é importante para evitar complicações de saúde na gestante e, consequentemente, no bebê, já que episódios recorrentes de vômitos podem levar a um quadro de desidratação profunda na gestante.

O comunicado oficial da FEBRASGO pode ser acessado neste link. Em caso de dúvidas, converse com o seu médico e verifique quais outros cuidados podem ajudar a prevenir e controlar as náuseas e os vômitos.

Conteúdos utilizados:

FEBRASGO. Nota Febrasgo. Disponível em: https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/873-ondansetrona-no-tratamento-das-nauseas-e-vomitos-na-gravidez

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Cabral AC, Duarte G, Moraes Filho OB, Vaz JO. Êmese da gravidez. São Paulo: Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia; 2018. Capítulo 4, Classificação e tratamento; p.16-23. [Orientações e Recomendações FEBRASGO, no.2/Comissão Nacional Especializada em Assistência Pré-Natal].

Minha Vida. Hiperêmese Gravídica. Disponível em: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/hiperemese-gravidica

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.