Álcool em gel caseiro contra coronavírus pode ser perigoso

Utilização de receitas caseiras pode aumentar as chances de infecção e trazer prejuízos à saúde

POR PAULA SANTOS - PUBLICADO EM 23/03/2020

Com a pandemia de COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus), muitas pessoas estão tomando medidas para se proteger de uma possível infecção. Entre as formas de prevenção mais recomendadas, está o uso do álcool em gel.

PUBLICIDADE

Por conta da grande procura, o produto começou a desaparecer nas prateleiras. Diante disso, uma receita caseira do álcool começou a circular nas redes sociais, prometendo proporcionar uma barreira eficaz contra o vírus de forma mais barata.

Porém, é preciso tomar muito cuidado com esse produto. Isso porque, segundo especialistas, ele não oferece a devida proteção contra o vírus, deixando as pessoas vulneráveis à COVID-19. Entenda os riscos de utilizar álcool em gel caseiro:

Riscos do álcool em gel caseiro

Uma das receitas divulgadas na web utiliza água, álcool liquido e gel de cabelo em sua composição. Porém, a combinação não possui as propriedades necessárias para combater o novo coronavírus, trazendo alto risco de infecção para quem utilizá-la.

O professor de Biomedicina da Universidade Santo Amaro (Unisa), Leonardo Sokolnik de Oliveira, explica que a função do álcool em gel é destruir o envelope do vírus, ou seja, uma camada de lipídios (gordura) que permite que o vírus infecte as células humanas. Sem o envelope, o vírus não consegue entrar nas nossas células.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Por não possuir essa capacidade, a receita caseira em questão faz com que as pessoas não se protejam de forma adequada, proporcionando uma falsa ideia de segurança que as impede de tomar outras medidas preventivas.

Além disso, é importante lembrar que o álcool líquido é extremamente inflamável, podendo causar queimaduras graves. A dermatologista Fabiana Seidl explica ainda que o uso excessivo do álcool acaba ressecando a pele e predispondo as mãos à fissuras e dermatites.

O que fazer se acabar o álcool em gel?

Leonardo Oliveira conta que uma possível alternativa para a falta de álcool em gel é a mistura de 380 ml de álcool líquido 92,8 graus com 120 ml de água filtrada. "Esta mistura tem a concentração de 70% e pode eliminar o vírus. O álcool líquido para limpeza não pode ser usado, pois apresenta uma quantidade de álcool muito baixa", explica.

Especialistas na área de saúde explicam que o produto composto por 70% de álcool é o que possui capacidade para eliminar o vírus. Além disso, as receitas caseiras não passam por um controle de qualidade e liberação da ANVISA para serem utilizadas, logo não há comprovação de que são eficientes em combater vírus e bactérias.

Lavar as mãos é a melhor prevenção

Havendo ou não álcool em gel disponível para uso, é muito importante lembrar que a principal maneira de se proteger contra o novo coronavírus e outras doenças é lavando as mãos com água e sabão frequentemente, por pelo menos 20 segundos. O álcool em gel deve ser utilizado apenas na impossibilidade de se lavar as mãos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Ao usar o produto, Fabiana Seidl acrescenta que é importante que toda a mão seja higienizada, inclusive as unhas e entre os dedos, e que esteja úmida no final do processo, deixando o álcool secar sozinho. Também não deve ser usado nenhum adorno, como anéis ou pulseiras.

Para evitar o ressecamento e até possíveis ferimentos nas mãos, o dermatologista Franklin Veríssimo indica que, após o álcool em gel secar completamente, seja aplicado um hidratante nas mãos. Alguns ativos que ajudam a manter a saúde da pele são:

  • Aloe Vera
  • D-Pantenol (Pró-vitamina B5)
  • Vitamina E
  • Ácido Hialurônico

Veja também

Confira 15 maneiras de se proteger do coronavírus

Entenda quem corre mais risco de contrair o coronavírus

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Entenda o que fazer em caso de suspeita de coronavírus

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.