Vida sedentária aumenta o risco de artrite e artrose

Fisioterapia traz o alívio dos sintomas, que nunca somem totalmente

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 14/05/2009

Dores constantes e dificuldade para realizar simples atividades do dia-a-dia. Muito comentadas e pouco conhecidas, a artrite e a artrose são doenças que atingem as articulações, provocando forte incômodo na hora da locomoção, além de dores intensas diante de qualquer movimento.

A vida sedentária, segundo a fisioterapeuta Fernanda Elhiage, do Studio Conceitos, esta por trás do aparecimento da maioria dos casos das doenças. "Os dois problemas surgem por uma degeneração da cápsula articular, responsável pelo movimento", explica. "O sedentarismo diminui a atividade destas cápsulas até que elas deixam de responder aos estímulos. Mas outras questões podem contribuir para o aparecimento da artrose e da artite, como excesso de peso, idade avançada e falta de fisioterapia depois de algumas cirurgias", afirma a especialista.

O excesso de exercícios físicos sem orientação também aumenta os riscos. Isso porque os treinos aumentam o desgaste articular, gerando as doenças. A dificuldade de locomoção e a dor ao realizar movimentos simples indicam que é hora de procura ajuda de um médico (pode ser um reumatologista ou um ortopedista). Os exames mais comuns para o diagnóstico são testes articulares, além da ressonância magnética e do raio X, que confirmam se está acontecendo alguma degeneração na cápsula articular.

PUBLICIDADE
Artrite - Foto: Getty Images
Artrite

O tratamento inclui fisioterapia como principal ferramenta e alguns remédios para aliviar as dores e a inflamação. Isso porque a artrite, além da degeneração, provoca a inflamação da articulação já a artrose é um problema crônico, ou seja, há apenas alívio e controle dos sintomas, sem a cura. "A artrite causa dores mais agudas, enquanto a artrose é mais discreta e, aos poucos, faz o paciente sentir dificuldade de locomoção, tornando-se uma doença crônica", explica Fernanda Elhiage.

Vale lembrar que os casos graves só melhoram com cirurgia para refazer o desgaste da cápsula articular, o que não dispensa as sessões de fisioterapia no controle das dores e reeducação dos movimentos. Para se prevenir das doenças é preciso deixar a vida sedentária de lado, mas também não exagerar nos exercícios físicos. "A pratica de exercícios físicos orientados, os alongamentos e uma alimentação adequada para não levar ao excesso de peso são atitudes que ajudam a prevenir a doença, inclusive na terceira idade", diz a fisioterapeuta.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.