Qualidade de vida é determinante na saúde da mulher

Elas vivem mais quando têm tempo para família

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 01/02/2007

Dr. Jose Bento de Souza
Ginecologia e Obstetrícia - CRM 43469/SP

Temas como TPM, climatério (popularmente chamado de menopausa ), cânceres como o de mama e o de colo de útero estão constantemente em pauta no universo feminino. Pudera, pois desequilíbrios físicos e emocionais causados pelos sintomas destas fases ocasionam desconfortos generalizados, deixando a mulher numa condição muito aquém de suas possibilidades de produzir, relacionar-se e sentir-se feliz. Nada substitui as consultas periódicas ao ginecologista e, muito menos, os exames anuais, tais como papanicolau, mamografia e ultrassonografias. Entretanto, o estilo de vida de cada mulher, seus hábitos alimentares e físicos e também a qualidade de seus relacionamentos, incluindo emoções, sentimentos e alegria de viver influenciam imperativamente em sua saúde. Qualidade de vida e saúde têm uma relação muito mais direta do que a maioria das pessoas imagina. A dieta balanceada ao longo do mês, por exemplo, influencia no bem-estar geral da mulher , inclusive na fase mais crítica dias que antecedem a menstruação.

Nesta fase, as mulheres também apresentam deficiência de alguns nutrientes. A simples reposição desses componentes na alimentação já pode ser suficiente para fazer desaparecer todos os sintomas da TPM.

Evitar alimentos que contenham cafeína ou estimulantes, comidas muito condimentadas e salgadas, além do excesso de doce são algumas medidas benéficas. Aumentar a ingestão de leite e derivados, verduras e frutas, magnésio, vitamina B e E também ajuda muito. Acima de tudo, lance mão dos benefícios oferecidos pela prática de exercícios físicos regulares e evite o baixo astral. Saia de casa, divirta-se e, quando você menos esperar, a TPM terá ido embora.

PUBLICIDADE
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.