30% das idas masculinas ao médico são causadas pelo incentivo feminino

Problema sexual que mais leva os homens a procurar tratamento é a disfunção erétil

POR CAMILA MICHEL - PUBLICADO EM 14/09/2009

Uma pesquisa realizada pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina, da Universidade de São Paulo (FMUSP), sugere que 30% da procura masculina por um especialista, quando o assunto é saúde sexual, ocorre por incentivo da mulher.

De acordo com os pesquisadores, na maioria das visitas, os homens chegam acompanhados de suas parcerias e relatam que a ideia de procurar um especialista veio da mulher.

O Ambulatório de Sexualidade do setor de urologia do HC foi criado há mais de quatro anos para atender todos os problemas sexuais masculinos. "Ao contrário do que se pode pensar, a maioria dos pacientes não quer se tornar um atleta sexual. A intenção é apenas satisfazer a ele e à mulher", informa o urologista e coordenador do Ambulatório, Joaquim Claro.

A pesquisa também mostra que o problema que mais leva os homens a procurar tratamento é a disfunção erétil. "Essa doença atinge grande parte dos pacientes com idade acima de 60 anos", explica o especialista. Mas ele também explica que a maioria dos casos, apesar de não ter cura, pode ser tratada. "A impotência, quando acomete os jovens, normalmente está relacionada a dificuldades psicológicas ou a adaptações pós-cirúrgicas", define.

PUBLICIDADE
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.