Exercícios são fundamentais para pacientes com câncer de intestino

Atividade física moderada eleva em 53% as chances de sobrevivência

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 17/12/2009

Um estudo norte-americano recente, publicado na revista Archives of Internal Medicine, sugere que a atividade física é essencial para homens sobreviverem ao câncer de intestino. O estudo envolveu cerca de 670 homens com diagnóstico de câncer no intestino.

Os pesquisadores identificaram que os participantes que praticavam exercícios moderados tinham 53% mais chances de sobreviver à doença quando comparados aos que não praticavam atividades físicas.

O estudo utilizou o método MET (Metabolic Equivalent Task) para avaliar o nível de atividade física dos participantes. Uma atividade física, por exemplo, de 5 METs equivale a cinco vezes a energia que uma pessoa gasta para ficar sentada em repouso.

PUBLICIDADE

Segundo os pesquisadores, 50,4% dos participantes apresentaram atividades físicas 18 horas MET por semana. Os que apresentaram mais de 27 horas MET por semana obtiveram mais benefícios com relação ao câncer no intestino.

De acordo com os pesquisadores, os benefícios se dão para todas as idades, estágios da doença, peso e até se o histórico de atividade física for baixo.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.