Consumo de todos os tipos de carne é ligado ao risco de câncer

Carne vermelha e de porco são mais nocivas à saúde, mas nem peixe é absolvido

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 22/04/2010

Comer carne com frequência pode aumentar o risco de câncer de bexiga, sugere um novo estudo da Universidade do Texas MD, nos Estados Unidos. A pesquisa aponta os bifes de carne bovina, costeletas de porco e bacon como os tipos de carne com maior risco para a doença. Mas até mesmo frango e peixe - quando fritos - elevam o risco de câncer.


Para chegar a este resultado, a pesquisa acompanhou 884 pacientes com câncer de bexiga e 878 que não possuíam a doença. Todos eles responderam a questionários sobre seus hábitos alimentares. De acordo com os pesquisadores, a carne cozida a altas temperaturas produz substâncias que podem causar câncer. O estudo concluiu que os participantes comeram mais carne vermelha tinham quase 1,5 vezes mais chances de desenvolver câncer na bexiga do que aquelas que consumiram pouca carne.

PUBLICIDADE

Outro estudo (Instituto Nacional de Câncer) mostrou que cerca de 60% dos casos de câncer podem ser evitados a partir de hábitos de vida saudáveis. De acordo com os pesquisadores, a melhor estratégia para a prevenção do câncer é aliar um alimentação equilibrada, a prática de exercícios físicos regulares e manter o peso controlado. Tais medidas são capazes de prevenir 63% dos casos de câncer de faringe, laringe e boca; 52% dos casos em que a doença atinge o endométrio (camada que recobre o útero internamente) e 60% dos tumores de esôfago.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.