Internação por cirrose aumenta quase 50% em São Paulo

Doença está mais ligada ao hábito diário de beber do que a eventuais exageros

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 20/09/2011

De acordo com o Serviço de Hepatologia do Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, as internações por cirrose hepática causadas pelo consumo de bebidas alcoólicas aumentaram quase 50% nos últimos cinco anos nos hospitais paulistas.

Em 2007, foram internadas 2.100 pessoas diagnosticadas com a doença e a estimativa é de que, neste ano de 2011, o número ultrapasse três mil pacientes.

Segundo o coordenador do serviço, os resultados mostram que as pessoas não só têm ingerido mais bebidas alcoólicas como também acreditam beber pouco. Mas o especialista alerta que a quantidade de álcool que pode causar cirrose varia em cada indivíduo e, na maioria dos casos, a doença está mais ligada ao hábito diário de beber do que a consumos exagerados isolados.

PUBLICIDADE

O álcool prejudica todos os órgãos, em especial o fígado, que é responsável pela destruição das substâncias tóxicas ingeridas ou produzidas pelo corpo durante a digestão. Dessa forma, havendo uma grande dosagem de álcool no sangue, o fígado sofre uma sobrecarga para metabolizá-lo e pode inflamar, ocasionando a hepatite alcoólica. Se não tratada, a doença evolui para a cirrose.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.