Brasil é o quarto país com maior número de casos de anencefalia

A incidência é de cerca de um caso para cada 700 nascimentos, segundo OMS

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 11/04/2012

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que o Brasil é o quarto país com maior número de casos de nascimentos de bebês anencéfalos no mundo (bebês com ausência parcial ou total do cérebro). A incidência é de cerca de um caso para cada 700 nascimentos por ano, com uma média de 615 mortes em decorrência da doença. O primeiro lugar é ocupado pelo País de Gales, onde são registrados de 5 a 7 casos para cada 1.000 nascimentos.

PUBLICIDADE

A interrupção da gravidez quando diagnosticada a anencefalia no feto é considerada crime no Brasil. No entanto, foi votado no Supremo Tribunal Federal (STF) se a lei deve permanecer dessa forma, ou não, e a maioria do Supremo apoia interromper a gestação de anencéfalos. A decisão ainda não é definitiva

A anencefalia é a ausência total ou parcial do cérebro em fetos - consiste em uma má formação rara do tubo neural. O período mais importante para a formação do sistema nervoso do embrião é o da formação desse tubo, que ocorre entre a terceira e a quarta semana de gravidez. O diagnóstico de anencefalia pode ser feitos nos exames de pré-natal.

Estudos indicam que não há como evitar todos os casos da doença. Acredita-se que o diabetes aumente os riscos: mulheres com a doença têm sete vezes mais chances de terem bebês anencéfalos. Para ajudar na prevenção, especialistas indicam a ingestão de ácido fólico (uma vitamina do complexo B presente em brócolis e folhas verdes) antes e no início da gestação, mas isso não garante a ausência dessa má formação.

Por que o pré-natal é essencial?

O pré-natal é o acompanhamento médico dedicado à gestante e ao bebê que tem como objetivo a prevenção, a orientação, o esclarecimento e o diagnóstico de qualquer alteração da saúde da gestante e/ou do bebê. É durante o pré-natal que todas as dúvidas do casal serão esclarecidas, o que é muito importante, já que é possível descaracterizar alguns mitos que são muito frequentes neste período.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Em média, uma gravidez dura quarenta semanas, por essa razão além da qualidade das consultas, a frequência é fundamental. Durante o pré-natal, as consultas são mensais até a 32ª/33ª semana, quinzenais, até a 37ª semana e, semanais, a partir da 40ª semana. Após esse período, a gestante deve ser acompanhada pelo obstetra a cada dois ou três dias.

Importância do pré-natal
Garantir que a gestante e o nenê mantenham-se saudáveis durante os nove meses é a principal missão do pré-natal, mas o período também possui outros atributos. Além de fazer o acompanhamento do desenvolvimento do bebê e diagnosticar intercorrências clínicas e/ou obstétricas, os nove meses de gestação tem também a função de preparar o casal para o parto, assim como para a amamentação.

A gestação é um período marcado por transformações físicas e emocionais, por isto, tanto a gestante quanto o seu companheiro têm muitas dúvidas durante este período que antecede o nascimento. Todo casal que espera um bebê deve ter respostas às suas indagações. Quanto mais seguros sobre todo o processo que está por vir, melhor e mais tranquilo será o parto. Todas as vantagens e desvantagens de cada escolha devem ser esclarecidas.

Hoje, o ginecologista e obstetrícia Aléssio Calil Mathias recomenda que o pré-natal comece antes mesmo da concepção, preferencialmente, três meses antes. Pois, assim, a mulher poderá realizar uma consulta médica completa, bem como todos os exames prévios à gestação. Se houver qualquer alteração, tanto clínica como laboratorial, ela mulher poderá, em tempo hábil, realizar o tratamento mais apropriado. O uso de ácido fólico, três meses antes da concepção, com o objetivo de diminuir a incidência de malformações do sistema nervoso central faz parte desta fase anterior à concepção.

Além disso, se a mulher que deseja engravidar é obesa, diabética ou hipertensa, é muito importante realizar um tratamento prévio à gestação com a finalidade de alcançar o controle e o equilíbrio antes da concepção.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.