Uso de bomba de insulina reduz em quase 50% risco de morte em diabéticos

Pacientes com diabetes tipo 1 que fazem uso da bomba têm menor risco de apresentar complicações cardíacas graves

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 11/08/2015

Pessoas com diabetes tipo 1 que fazem o seu tratamento através da bomba de insulina apresentam cerca de 50% menos risco de morte relacionada à doenças cardiovasculares do que quem faz uso de múltiplas injeções diárias, de acordo com estudo pulicado no Jornal Médico Britânico,

PUBLICIDADE

O estudo foi realizado a partir do monitoramento de 18.168 suecos com diabetes tipo 1 entre os anos de 2005 e 2012. Deles, 2.441 usavam a bomba de insulina, enquanto os demais utilizavam múltiplas injeções diárias para controlar os seus índices glicêmicos.

Os pesquisadores descobriram que os pacientes que usam bombas de insulina apresentam risco substancialmente menor de desenvolver condições cardiovasculares graves que o grupo que faz uso das injeções. Dentre as complicações está o acidente vascular cerebral (AVC). Eles também constataram que a vida dos pacientes que usam a bomba de insulina não é mais fácil do que a dos demais, contudo, este método tem se mostrado mais seguro e eficaz.

O próximo passo, segundo eles será identificar os mecanismos que explicam os benefícios extras do tratamento com bomba de insulina. Os responsáveis pelo estudo acreditam que uma das razões é que o método da bomba normalmente é acompanhado de um treinamento mais extensivo do paciente sobre a sua condição, assim como um monitoramento mais constante das taxas de açúcar no sangue.

Estudos anteriores já haviam constatado que a bomba de insulina pode reduzir a frequência com que ocorrem os episódios de hipoglicemia severa, que é um fator de risco para problemas cardiovasculares.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.