Morre jovem em Pernambuco com doença decorrente da febre chikungunya

A moça de 17 anos apresentou um quadro grave de miosite desenvolvido após apresentar sintomas da virose

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 29/01/2016

Foi divulgado hoje o primeiro caso de morte no Brasil devido ao vírus causador da febre chikungunya. A vítima foi Danielle Marques de Santana, 17 anos, moradora de Pesqueira cidade do estado de Pernambuco, que faleceu no dia 6 de janeiro, mas só teve a causa morte divulgada hoje agora.

PUBLICIDADE

Ela apresentou um quadro de miosite, uma inflamação nos músculos que pode causar fraqueza, dores musculares e problemas respiratórios. Ela inicialmente foi internada com sintomas de febre chikungunya, e ficou internada por três dias, até ser transferida para o Hospital da Restauração, em Recife.

Após a morte da menina, o Hospital da Restauração passou a investigar a relação da doença com o quadro. Agora o hospital confirmou essa relação e notificará a Vigilância Epidemiológica de Pernambuco e o Ministério da Saúde, para as devidas providências. O caso é inédito no país, sendo que apenas mais duas mortes devido essa complicação já ocorrem no mundo: ambas na Índia em 2013 e 2014.

Entenda a doença

A febre chikungunya é uma doença muito semelhante a dengue e que também é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mas que causa maior dor nas articulações, costas e cabeça, além de febre mais alta. Os sintomas comuns de chikungunya são graves e muitas vezes debilitantes, sendo as mãos e pés mais afetados. No entanto, pernas e costas inferiores frequentemente podem estar envolvidas. Na febre chikungunya, o choque ou hemorragia grave são raramente observados. O início é mais agudo e a duração da febre é muito mais curta.

Embora as pessoas possam se queixar de dor corporal difusa na presença na dengue, a dor é muito mais pronunciada e localizada nas articulações e tendões nos casos de febre chikungunya.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Com informações dos jornais Diário de Pernambuco e Folha de S.Paulo.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.