Estudo ressalta relação entre Síndrome de Guillain-Barré e Zika vírus

Pesquisa investigou pacientes que apresentaram a síndrome na Polinésia Francesa entre 2013 e 2014 e percebeu que 98% deles tiveram exame positivo para Zika

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 01/03/2016

Há muito vem se relacionando o aumento de casos da Síndrome de Guillain-Barréno Brasil com o surto de Zika vírus. No dia 29 de fevereiro um estudo publicado na revista científica The Lancet, uma das mais importantes nesse segmento, reforçou essa ligação.

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso por engano. Isso leva à inflamação dos nervos, que provoca fraqueza muscular. Ela normalmente ocorre após infecções no organismo, como o Zika vírus.

PUBLICIDADE

Antes do Brasil, a Polinésia Francesa apresentou um dos maiores surtos de Zika vírus já registrados em outubro de 2013 e abril de 2014. Nesse período também houve um aumento nos casos de Síndrome de Guillain-Barré nesse país.

Para verificar se há mesmo uma relação entre os dois quadros, cientistas fizeram um estudo de controle de caso, em que analisaram 42 casos da síndrome na Polinésia Francesa. Eles perceberam que entre essas pessoas, 41 (ou seja, 98% dos casos) apresentavam anticorpos IgM ou IgG contra o Zika vírus no corpo, o que sugere que ele estavam contaminados pela doença. Além disso, 37 deles (88%) tiveram os sintomas tradicionais de Zika por seis dias.

Este foi o primeiro estudo que evidencia a relação entre o Zika vírus e a Síndrome de Guillian-Barré.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.