"Não me sinto diferente": criança comemora transplante de mãos

Zion Harvey, aos 8 anos, foi a pessoa mais jovem a passar por esse tipo de operação

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 15/09/2016

Zion Harvey, foii a pessoa mais jovem a passar por transplante de mãos - foto: divulgação
Zion Harvey, foii a pessoa mais jovem a passar por transplante de mãos

O garoto americano Zion Harvey comemorou um ano do sucesso de seu transplante das mãos, conseguindo realizar diversas atividades normalmente. Zion tinha apenas 2 anos de idade quando precisou amputar as mãos e os pés por causa de uma infecção grave. No mesmo período, também precisou receber um dos rins da mãe, que contribuiu com a adaptação às novas mão.

PUBLICIDADE

"Eu não fui sempre assim. Quando eu tinha dois anos, tive que tirar minhas duas mãos porque estava doente", comentou o menino em entrevista ao canal KYW, afiliado da rede CNN. Durante a infância, Zion preciso se adaptar e lidar com as dificuldades, reaprendendo a comer e até a jogar videogame sem precisar de ajuda.

Porém, o garoto tinha o sonho de um dia poder segurar sua irmã menor e jogar futebol americano, surgindo então a ideia de optar pela cirurgia. Nas pernas, ele continua usando próteses.

Em julho de 2015, o garoto de apenas 8 anos tornou-se a pessoa mais jovem a receber um transplante duplo de mãos. O procedimento realizado no Hospital das Crianças, na Filadélfia, Estados Unidos, contou com 40 médicos e durou mais de 10 horas.

Logo após o sucesso cirúrgico, os médicos garantiram que as mãos acompanhariam seu crescimento. O menino ficou extremamente contente com o resultado: "Me sinto muito feliz com minhas novas mãos e não me sinto diferente das outras crianças".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Atualmente, Zion já consegue jogar futebol americano e brincar com amigos sem dificuldades. "Eu posso comer. Eu não sei o que eles (os médicos) pensam, mas eu acho isso incrível. Agora eu consigo lançar a bola de futebol mais longe do que quando não tinha as mãos.", celebra Zion

Após perder as mãos o sonho do garoto era voltar a jogar futebol americano - foto: divulgação
Após perder as mãos o sonho do garoto era voltar a jogar futebol americano
"Não me sinto diferente das outras crianças?, comenta Zion
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.