Anvisa proíbe venda de produto que promete aumentar volume de sêmen

O Spermopower não possui registro e é fabricado por empresa desconhecida, por isso foi determinado a apreensão e a inutilização

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 22/08/2017

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação, distribuição, comercialização e uso do Spermopower (Tribulus terrestris), produto que alegava ser capaz de aumentar o volume de espermas, melhorar o desempenho sexual e fortalecer a ejaculação

PUBLICIDADE

A suspensão publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (21), revelou que a fórmula não possuía registro, notificação ou cadastro na agência, além de ser fabricado por empresa desconhecida.

Desta forma, a Anvisa determinou que os produtos deverão ser apreendidos e as unidades inutilizadas. Além disso, está proibido a proibida a divulgação do Spermopower, tanto pelo site como por qualquer outro meio de comunicação.

O Minha Vida tentou contato com a empresa, mas até o fechamento desta matéria a marca não se pronunciou sobre o ocorrido.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.