Internada, Claudia Rodrigues envia recado aos fãs e diz que sairá logo do hospital

A atriz foi hospitalizada após ser diagnosticada com herpes-zóster, um vírus causador da catapora

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 22/11/2017

A atriz Claudia Rodrigues (46), internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 16, para tratar uma infecção causada pela herpes-zoster enviou um vídeo para os seus informando que em breve receberá alta.

PUBLICIDADE
No hospital, Claudia Rodrigues manda mensagem para os fãs

"Quero dizer que meus olhos desincharam e já vão sair as cascas das feridas que estão aqui e se Deus quiser eu vou ter alta logo logo", disse a atriz.

O herpes zóster é uma infecção viral capaz de provocar bolhas na pele e dor intensa. Ele pode acometer qualquer região, mas é mais comum no tronco e no rosto. As lesões, geralmente, se manifestam na forma de uma faixa em um dos lados do corpo.

Tratamento com células-tronco

Claudia Rodrigues foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2010. Em 2015, ela foi submetida a um transplante com células-tronco para tratar a esclerose múltipla, doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. Em junho, após receber a alta do hospital, os médicos também confirmaram que o transplante com células-tronco foi bem-sucedido e que ela está fora de perigo.

De acordo com a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM) o tratamento com células-tronco primeiramente interrompe a atividade do sistema imunológico para impedir que ele ataque o sistema nervoso. E em seguida, após o paciente realizar o transplante, essas células têm o objetivo de construir um novo sistema imunológico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quando o paciente passa por esse procedimento, seu novo sistema imunológico fica muito frágil e o risco de infecções é alto. Por isso, desde que realizou o procedimento, Claudia Rodrigues realizava um acompanhamento minucioso para analisar como seu corpo estava reagindo ao transplante.

Por ser um tratamento delicado e que requer observação de seus efeitos em longo prazo, o transplante com células-tronco é indicado apenas em poucos casos. Além disso, de acordo com a ABEM, o transplante com células-tronco não cura a doença e sim estabiliza o quadro.

De acordo com a empresária da atriz, Adriane Bonato, havia estourado uma herpes no rosto de Claudia, perto do olho, o que causou risco de cegueira. Claudia já havia tido catapora, mas como havia feito transplante de células-tronco, o vírus voltou.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.