Morre homem que inspirou Desafio do Balde de Gelo

Anthony Senerchia Jr faleceu devido a complicações da esclerose lateral amiotrófica (ELA)

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 30/11/2017

O homem que inspirou o Ice Bucket Challenge - Desafio do Balde de Gelo e, 2014, faleceu na última semana, devido à complicações da esclerose lateral amiotrófica (ELA). Anthony Senerchia Jr tinha 46 anos e lutava contra a doença há 14. As informações são do jornal The Guardian.

PUBLICIDADE

A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das mais temidas doenças conhecidas.

Na ELA, os neurônios se desgastam ou morrem e já não conseguem mais mandar mensagens aos músculos. Isso finalmente gera enfraquecimento dos músculos, contrações involuntárias e incapacidade de mover os braços, as pernas e o corpo. A doença piora lentamente. Quando os músculos do peito param de trabalhar, fica muito difícil respirar por conta própria.

Em declaração à imprensa internacional, a família de Senerchia disse que ele lutou incansavelmente para conscientizar as pessoas sobre a ELA.

Desafio do Balde de Gelo

Na época em que foi criado, o Desafio do Gelo arrecadou mais de 115 milhões de dólares. A campanha consistia em virar um balde de gelo em cima da cabeça como forma de promover a conscientização sobre a esclerose múltipla e arrecadar fundos para o desenvolvimento de pesquisas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quem participasse do desafio deveria convocar outra pessoa a fazer a mesma ação e aí, a rede de doações ia aumentando.

Senerchia não foi o criador do balde de gelo, mas foi a inspiração. Na época, sua esposa Jeanette havia sido desafiada pelo primo a fazer o desafio e doar dinheiro para uma instituição de caridade. É importante dizer que quando começou era parte do desafio doar dinheiro para uma instituição de caridade, sem a necessidade de ser uma organização ligada à esclerose múltipla.

No entanto, quando o primo de Jeanette participou da atividade decidiu doar uma quantia em dinheiro para uma instituição ligada à esclerose múltipla, pois lembrou que Senerchia fazia tratamento contra a doença na época.

Com isso outras pessoas passaram a se juntar a ação com o intuito de contribuir com instituições ligadas à realização de pesquisas sobre a esclerose múltipla

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.