Anvisa aprova novo medicamento para tratar leucemia

O medicamento deve ser usado em conjunto do tratamento de quimioterapia

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 12/04/2018

Na última terça-feira (10), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou um novo medicamento para pacientes adultos recém-diagnosticados com leucemia mieloide aguda.

PUBLICIDADE

O produto é o RYDAPT (Midostaurina), que deve ser usado em conjunto com o tratamento de quimioterapia, conforme indicação médica. A comercialização será na forma farmacêutica de cápsula mole, com concentração de 25 mg.

O medicamento age como terapia-alvo, que inativa mutação do gene FLT3, responsável pelo surgimento de glóbulos brancos malignos. A mutação no gene colabora na produção das ?células leucêmicas?, assumindo o lugar das células sanguíneas normais produzidas pela medula óssea, aparecendo diversos sintomas, entre eles fraqueza, tonturas e fadiga.

Como será o tratamento com RYDAPT?

A primeira fase do tratamento de leucemia mieloide aguda consiste no combate às células cancerígenas, com o auxílio dos medicamentos quimioterápicos daunorrubicina e citarabina. O uso do RYDAPT deverá estar associado nessa fase.

Na segunda etapa do tratamento, o novo medicamento será usado em combinação com o produto citarabina em altas doses. Em seguida, o RYDAPT será utilizado em uma etapa de manutenção da terapia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O que é leucemia?

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de origem, na maioria das vezes, não conhecida. Ela tem como principal característica o acúmulo de células jovens (blásticas) anormais na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.

A medula é o local de formação das células sanguíneas, ocupa a cavidade dos ossos e é conhecida popularmente por tutano. Nela são encontradas as células mães ou precursoras, que originam os elementos do sangue: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e plaquetas.

A leucemia mieloide aguda, especificamente, ataca as células mieloides, que normalmente se desenvolvem formando alguns tipos de glóbulos brancos, que funcionam na defesa do nosso corpo, principalmente contra infecções. A AML ocorre em crianças e adultos. Saiba tudo sobre a AML aqui.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.