Vídeo chocante mostra diferença entre pulmão saudável e de um fumante

Imagens alertam sobre perda da capacidade pulmonar e incentivam pessoas a largarem o cigarro

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 07/05/2018

Embora não seja uma tarefa fácil, motivos não faltam para parar de fumar. Com o objetivo de incentivar as pessoas a largarem o cigarro, uma enfermeira norte-americana compartilhou no Facebook um vídeo em que compara o funcionamento dos pulmões de uma pessoa saudável com um fumante que consumiu um pacote de cigarros por dia durante vinte anos.

PUBLICIDADE

No vídeo é possível ver que o pulmão saudável, mais avermelhado, se infla de ar com facilidade enquanto o do fumante, de cor negra, perdia elasticidade e se infla com dificuldade. Em duas semanas, o vídeo causou grande impacto entre os internautas, alcançando 14 milhões de visualizações e mais de 600.000 partilhamentos.

"Por serem pulmões cancerígenos, sua elastância já se foi. Então ele vai se esticar, mas sua retração apenas volta de forma fraca", disse a enfermeira Amanda Eller, da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. A redução da elastância sugere que os pulmões estão rígidos e têm que trabalhar mais para trazer ar suficiente, deixando os indivíduos sem fôlego.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil deve registrar 31.270 novos casos de câncer no pulmão em 2018, sendo que a maioria deles é provocada pelo fumo. Além disso, o cigarro está ligado a outras 50 condições graves de saúde.

Confira o vídeo abaixo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Diferença entre pulmão saudável e de um fumante

Complicações possíveis do cigarro

Está comprovado que o tabagismo é responsável por:

  • 200 mil mortes por ano no Brasil (23 pessoas por hora)
  • 25% das mortes causadas por doença coronariana - angina e infarto do miocárdio
  • 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio na faixa etária abaixo de 65 anos
  • 85% das mortes causadas por bronquite crônica e enfisema pulmonar (doença pulmonar obstrutiva crônica)
  • 90% dos casos de câncer no pulmão (entre os 10% restantes, 1/3 é de fumantes passivos)
  • 25% das doenças vasculares (entre elas, derrame cerebral)
  • 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia).

Saiba mais sobre os sintomas e tratamentos para o tabagismo!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.