Ministério da Saúde alerta para baixa cobertura vacinal contra paralisia infantil

O vírus circula em 23 países e teve registro de caso atual na Venezuela

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 05/07/2018

Na última terça-feira (3), o Ministério da Saúde emitiu uma nota sobre a baixa cobertura da vacinação contra a paralisia infantil, divulgando que 312 cidades não vacinaram nem metade das crianças menores de 1 ano em 2017.

PUBLICIDADE

No Brasil, não há casos atuais de poliomielite. Entretanto, a preocupação do ministério é justificável pois, nos últimos 3 anos a circulação do vírus está em 23 países. Além disso, surgiu um caso da doença em junho na Venezuela. Antes da vacinação, o efeito da poliomielite foi devastador no país.

"A Erradicação da pólio e sarampo criou 'falsa sensação' de que vacinação não é mais necessária", afirmou a pasta em nota.

Segundo o Ministério da Saúde, se não fosse a vacina, o Brasil teria enfrentado um dos maiores desafios de saúde pública. Entre 1968 e 1989 foram totalizados 26827 casos de poliomielite, sendo que os anos 70 registrou a maior parte dos casos.

O maior número de casos era registrado no Nordeste e no Sudeste. Quando foi registrado o último caso em 1989, o Brasil levou mais 5 anos para estabilizar a circulação do vírus. O certificado de eliminação chegou em 1994, que foi emitido para toda a região das Américas através da Organização Mundial da Saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Hoje, o governo tenta aumentar as taxas de cobertura vacinais para que a poliomielite não tenha o mesmo destino do sarampo, que voltou a circular depois da eliminação.

O que é poliomielite?

Poliomielite é uma doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. Apesar de também ser chamada de paralisia infantil, a doença pode afetar tanto crianças quanto adultos. Entenda mais sobre a vacina de poliomielite, clicando aqui!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.